Half BEDA + I Dare You de Julho

em 17 agosto 2017

   Olá meu povo, como estamos? Finalmente venho com a resenha dos livros do I Dare You. Para variar, o livro foi do mês passado... O tema de julho foi “livro de autor alemão” e o escolhido “Coração de Tinta”, de Cornélia Funke.
   Vem ver! 😉

Coração de Tinta

Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna





Livro: Coração de Tinta

Autora: Cornélia Funke

Editora: Companhia da Letras (Brasil)

Ano: 2006

Sinopse:

“Quem é que nunca desejou conhecer ao vivo os personagens de seus livros prediletos? Mo, além de exímio encadernador, tem uma habilidade insólita: ao ler em voz alta, dá vida às palavras, e coisas e seres das histórias surgem ao seu lado como que por mágica. Numa noite fatídica, quando sua filha Meggie ainda era praticamente um bebê, a língua encantada de Mo trouxe à vida alguns personagens de um livro misteriosos chamado ‘Coração de Tinta’ – e acabaou mandando para lá sua mulher.Meggie não conhece essa história, até que um estranho visitante aparece no meio da noite. Com roupas gastas, como as de um artista de circo, os dedos cobertos de fuligem preta, e no ombro um estranho bicho de estimação com pequenos chifres pontudos, ele não é um estranho para Mo, que o convida a passar a noite na casa – os dois tem muito a conversar. Quando na manhã seguinte Mo avisa à filha que eles precisam fazer imediatamente uma viagem, ela entende que algo muito errado está ocorrendo. É o começo de uma aventura perigosa, cheia de acontecimentos fantásticos e reviravoltas imprevistas, que vai mudar para sempre a ideia que Meggie tem sobre os livros e suas histórias.”

   Meggie é filha de Mortimer, um restaurador de livros que gosta de viver recluso em um sítio no meio do nada. Ela só queria realizar dois sonhos: ter uma vida normal e poder concluir um ano letivo inteiro na escola; saber o real motivo do desaparecimento de sua mãe. Mo apenas diz que sua mãe partiu, mas não morreu... como isso seria possível se ele não a procurava?! E por que não falar mais sobre sua história? Qual o mistério? Meggie não discute muito isso, até o dia em que aparece um cara estranho na sua janela, no meio da madrugada...
   Quem, em sã consciência, pode ficar tranquilo e dormir, sabendo que tem um cara todo de preto e de braços cruzados observando sua janela sem parar?! Meggie mais que depressa vai ao pai e avisa que tem um ladrão em sua casa. Mas Mo sabe tanto quem é a “visita”, que deixa entrar e dormir em sua casa. Meggie não sabe, mas esse ser estranho tem mais a ver com o desaparecimento de sua mãe do que pensa...
   No dia seguinte, Mo faz o que Meggie mais odeia: arruma uma desculpa esfarrapada para a diretora do colégio de Meggie e diz que ela vai ter que viajar por um tempo... Meggie não gosta de viajar, pois ela nunca vai a passeio... Ela sempre tem que ir com o pai para lugares que não gosta e esperar que ele termine seus trabalhos, restaurar livros antigos. A parte dos livros ela até gosta... Seu pai sempre lhe incentivou a leitura e, para onde vai, ela tem um baú para seus “livros de viagem”. O que ela não entende é por que, apesar da paixão compartilhada pelos livros, Mo nunca lê em voz alta... Sempre tem uma desculpa para que ele não faça isso... E Meggie tem uma atração tão grande, literalmente, pelos livros, que ele nem entende, muito menos falar com o pai... mas ela sabe o quanto os livros a chamam... vozes, sons de vento e afins a envolvem toda vez que ela entra numa biblioteca. E não cansam até que ela abra o livro certo... Mas o que significa isso? Meggie não sabe...

"Os livros eram o único lugar onde havia compaixão, consolo, alegria... e amor. Os livros amavam a todos que os abriam, ofereciam proteção e amizade sem exigir nada em roca, e nunca iam embora, nunca, mesmo quando não eram bem tratados."
  
   O que ela sabe é que dessa vez seu pai vai até a casa de uma tia distante... para restaurar uns livros e, sabe-se lá o motivo, proteger um livro velho e gasto, chamado ‘Coração de Tinta’, que seu pai não lê nem por um decreto, muito menos a deixa chegar perto...
   O que espanta ainda mais é saber que a tia também é louca por livros, mas quer distância de ‘Coração de Tinta’... Afinal o que esse livro tem de tão assustador assim?! E mais ainda, por que ele tem que ser protegido?!

“- De fato já vi muitas coisas em se tratando de livros. Eu mesma já tive alguns deles roubados, e não posso dizer que todos os livros que estão em minhas estantes tenham chegado lá por vias legítimas. Talvez o senhor conheça o ditado: “Todo colecionador de livros é um abutre e um caçador”, mas o senhor me parece ser realmente o mais louco de todos.”

   Uma família louca por livros, um ser estranho que apenas Mo conhece, mas segue por todo canto, um livro misterioso que não deve ser lido, mas protegido a todo custo... ‘Coração de Tinta’ sempre esteve em minha lista de espera, principalmente depois que assisti ao filme (sim, ele existe!). Logo depois fui correndo atrás dos livros, que são três, mas nunca conseguia ler... Só agora com o desafio literário eu finalmente pude ter essa oportunidade... Que não me arrependo!
  É um livro de fantasia, com tudo o que tem direito: fadas, duendes, vilões, magia... mas tem algo que achei sensacional: livros! Sim, um livro que tem um livro como centro da história é algo que nunca imaginei ser possível! Imagina minha felicidade ao saber que tinha livros assim no mundo real?!
  Ele é narrado em terceira pessoa, é um tijolinho (tem 537 páginas), mas que vale cada página! O que achei muito legal também foi que no início de cada capítulo tem um quote de outras histórias, mas sempre referentes a livros e à magia da literatura sobre a mente humana.

Coração de Tinta

Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

   E no final de cada capítulo tem uma figura para dar um toque na página e uma ideia do que virá a seguir...

Coração de Tinta

Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


   E por causa de 'Coração de Tinta', Mo tem que encarar seus demônios... Pois um dia, quando Meggie era apenas um bebê, Mo usou seu dom de Língua Encantada, capaz de retirar os personagens dos livros e trazê-los para o mundo real, do jeito que foi imaginado... Mas para isso, uma pessoa do mundo real desaparece e vai parar no livro... Sim, é uma troca! Então já deu para ter uma ideia de como a mãe de Meggie não morreu... mas está sumida, literalmente do mapa como o conhecemos... e em seu lugar, Capricórnio e seus capangas vem para tocar o terror no mundo... 
   Capricórnio, sabendo do dom que o chamado Língua Encantada possui, faz de tudo para forçá-lo a obedecer seus desejos de riqueza, sempre usando Coração de Tinta como moeda de troca... mas na real, ele morre de medo que possa um dia voltar ao livro... 


"Naturalmente, as maravilhas que ele esperava encontrar muitas vezes não estavam atrás da capa, então ele fechava o livro de novo, desapontado com as promessas não cumpridas. Mas 'Coração de Tinta' não era desse tipo. Histórias ruins não despertavam para a vida." 
  E nessa luta para resgatar a esposa, fugir de Capricórnio e tentar ficar longe de 'Coração de Tinta', Mo se une à tia distante de sua esposa e Dedo Empoeirado, outro personagem saído do livro na noite fatídica, e partem em busca de soluções... nem que isso inclua encarar as palavras do livro novamente... 
 E cá entre nós... eu já pensei tantas vezes em como seria legal poder tirar uns personagens de alguns livros... Uns bobos que a gente queria dar uns tapas na cara pra acordar pra vida... outros que a gente queria salvar... e outros a gente queria simplesmente apagar da face da Terra... Mas já pensou se a gente descobrisse de repente que era um "Língua Encantada"?! A confusão que não seria? Afinal, Mo não podia escolher quem tirar do livro, apenas acontecia... 
  Mas se fosse com vocês, qual seria sua reação ao ver um personagem que acabou de ler, bem na sua frente? Eu não sei o que faria, sinceramente... (rsrsrs) No entanto, se quiser saber o que Mo foi capaz de fazer, recomendo que leia 'Coração de Tinta', dou a nota máxima e foi um dos melhores livros que já li! 😊



   E é isso. Vocês já tinham lido esse livro? Já ouviram falar dele? Me contem aí!
   Até mais! 😉











14 comentários:

  1. oie tudo bem? já ouvir falar desse livro, mais já assistir o filme, sei que não é a mesma coisa, mas gostei do filme, mas obrigada pela indicação quem sabe agora eu leia o livro. Sucesso, beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é bom, admito, mas o livro você vai gostar bem mais! Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Oi Hanna, tudo bem? Que resenha mais incrível. Já tinha ouvido falar mas sobre o filme. Nem imaginava que tinha livro também. Fiquei bem curiosa para saber um pouco mais sobre ele. A primeira vez que vi o filme na TV assisti somente o final então nem sei muito sobre a história. Preciso ver novamente. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então prepara-se Érika, pois são 3 livros dessa história! kk
      E quando puder, veja o filme completo também, é uma história sensacional! =)
      Obrigada pela visita e volte sempre ao Mundinho!

      Excluir
  3. Sem sombra de dúvidas de que o livro é bem melhor que o resumo do filme agora vou precisar procurar para mergulhar nesta aventura.bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure sim, tenho certeza de que não irá se arrepender! ;)
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Oi Hanna, tubo bem?
    Eu tenho esse livro na minha prateleira mas ainda não li, acredita?
    Estou doida para ler a série, mas eu ando tão ocupada que acabo deixando ele para lá..
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo Mi.. eu também tinha eles na lista há anos, mas só agora que pude ler...
      Bjks!

      Excluir
  5. É meu queridinho! Foi um dos livros que me despertou a escrita. Amo de paixão! hahahaah

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me falaram que todo mundo se apaixona por ele e eu só entendi depois de ler... e concordo em gênero, número e grau! =)
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir

  6. Hanna que resenha maravilhosa ♥
    Eu nunca li esse livro, apenas vi o filme, mas já quero muito ler :)
    Acho que seria legal ter esse dom, ms teria que ter muito cuidado com o que leria em voz alta.
    adorei ♥
    ótimo final de semana
    bjo

    Tati C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Tati... Vai que ai o vilão que tanto odiamos? kkk
      Bjks!

      Excluir
  7. Olá! Adorei a sua resenha, faço ideia o desespero de ver um homem estranho me observando! Uma família louca por livros realmente é uma boa pedida! Apesar de não curtir tanto fantasia, vou procurar para ler.
    Beijos!
    Karla Samira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena a tentativa Karlinha, acho que você vai gostar dele... =)
      Bjks!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo