Inspirações Literárias | 5 livros que valem a releitura

em 04 fevereiro 2021

    Olá meu povo, como estamos? Há uns dias eu falei sobre livros que eram bons, mas que não leria novamente. 
    Aproveitando o gancho, tem alguns livros que eu gostaria de reler, pois a história foi lida rápido e eu gostaria de ter o gostinho dela novamente, ou não ter entendido muito bem a mensagem e, quem sabe lendo novamente, eu consiga compreender melhor o que o autor queria dizer afinal. 


Inspirações Literárias | 5 livros que valem a releitura
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


   Assim, hoje eu trago 5 livros da minha estante que valem a releitura. 


1. O doador de memórias - Lois Lowry


O doador de memórias | Lois Lowry
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


Em O doador de memórias, a premiada autora Lois Lowry constrói um mundo aparentemente ideal onde não existem dor, desigualdade, guerra nem qualquer tipo de conflito. Por outro lado, também não há amor, desejo ou alegria genuína. Os habitantes de uma pequena comunidade, satisfeitos com a vida ordenada, pacata e estável que levam, conhecem apenas o presente o passado e todas as lembranças do antigo mundo lhes foram apagados da mente. Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis. Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo nunca mais será o mesmo. Orientado pelo velho Doador, Jonas descobre pouco a pouco o universo extraordinário que lhe fora roubado. Como uma névoa que vai se dissipando, a terrível realidade por trás daquela utopia começa a se revelar.

 


Skoob | Amazon Resenha 


   Se não me engano, essa foi a segunda resenha publicada oficialmente aqui no blog. Como eu era estreante, não sabia fazer resenhas, mas estava muito, mas muito empolgada com a ideia, simplesmente saí contando o livro inteiro, pois nem sabia o que era spoiler! 😂😂
   Além disso, eu tenho opinião distinta sobre o filme e sobre o livro, que são vertentes um tanto diferentes e foi uma das raras vezes em que o livro ficou mais emocionante que o livro em si. 
   Acho que, como eu tinha visto o filme antes e estava com a "magia do filme" na cabeça, não dei a devida atenção ao livro, que é um tanto mais arrastado. 
  Apesar disso, é um livro que tenho muito carinho, já que foi um presente que ganhei e era um dos meus desejados do Skoob na época. 
  Por causa disso, acabei encostando o livro num canto, com a promessa de que um dia releria e daria a atenção que ele merece, mas sempre vou deixando para depois. 
  Ainda assim, gostaria de fazer não apenas a releitura, mas também uma resenha direito dele. Além disso, descobri que ele é o primeiro volume de uma trilogia, sendo assim, quem sabe eu possa dar uma nova visão para as pontas soltas que ele traz.

2. Assassinato no Expresso Oriente - Agatha Christie



Assassinato no Expresso Oriente | Agatha Christie
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


Nada menos que um telegrama aguarda Hercule Poirot na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano.
O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca, e um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos.



Skoob | Amazon 


   Esse foi meu primeiro livro físico da "rainha do crime", que veio até com uma capa extra, com o pôster da última versão filme, que estava para estrear na época. Eu simplesmente devorei esse livro, mas nunca consegui assistir o filme. 
   Cheguei a escrever uma resenha dele logo que li, mas ela foi publicada em outro blog, o Geração Touch, no qual eu era uma das colunistas. Infelizmente o blog não foi a frente e as postagens que fiz lá se perderam, entre elas a resenha. 
   Apesar de ter gostado do livro e ter vontade de resenhar novamente, já não me lembro de todos os detalhes e gostaria de reler, para curtir a aventura novamente e fazer uma resenha oficial... (rsrsrs

3. Uma estranha família - Ray Bradbury

Uma estranha família | Ray Bradbury
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


Casa era um quebra-cabeças dentro de um enigma dentro de um mistério, pois ela abarcava silêncios, cada um deles diferente, e camas, cada uma de um tamanho diferente. algumas com tampas. Alguns tetos eram altos o suficiente para permitir vôos com descanso, e ali as sombras podiam se pendurar de ponta-cabeça. A sala de jantar abrigava treze cadeiras, todas elas com o número treze, para que ninguém se sentisse alijado da distinção que esse número implicava. Os candelabros lá em cima eram feitos a partir das lágrimas de almas atormentadas, perdidas no mar havia quinhentos anos de vindimas e estranhos e estranhos nomes nas garrafas guardadas lá dentro e cantinhos vazios para visitantes que não gostassem de camas ou dos poleiros nos tetos altos.


Skoob | Amazon


  Esse foi um livro que li umas 3 vezes já. E em cada uma delas, eu interpretei o desfecho de uma maneira diferente (rsrsrs). 
  Ele é muito especial para mim, pois foi um dos primeiros livros que ganhei do meu falecido pai, lá pelos idos de 2002, depois que me assumi uma leitora assídua. 
  Conforme descobri depois de adulta, a escrita do autor precisa de uma atenção e cuidado, para compreender nas entrelinhas o que ele quer dizer realmente. 
  Isso eu não tinha na época, já que era uma adolescente nas 3 vezes que li esse livro e ainda não tinha maturidade para entender que interpretação de texto ia além dos textos que lia nas aulas de Língua Portuguesa (rsrsrs).
  Apesar de ter me marcado bastante, é um livro que até hoje eu não consegui fazer a resenha, pois nem sei por onde começaria. Por isso, quero dar uma chance e fazer a releitura. 
  Quem sabe agora, já adulta e até mais madura com relação a certas coisas, eu consiga fazer a resenha que esse livro merece.  

4. Heroínas - Laura Conrado, Pam Gonçalves e Ray Tavares


Heroínas
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Não faltam heróis. Dos clássicos às histórias contemporâneas os meninos e homens estão por todo lugar. Empunhando espadas, usando varinhas mágicas, atirando flechas ou duelando com sabres de luz. Mas os tempos mudam e já está mais do que na hora de as histórias mudarem também. Com discussões feministas e como hacker para corrigir algumas injustiças.
Este é um livro no qual a cada vez mais empoderadas e potentes, meninas e mulheres exigem e precisam de algo que sempre foi entregue aos meninos de bandeja: se enxergar naquilo que consomem.
Este é o livro de um tempo novo, um tempo que exige que as mulheres ocupem todos os espaços, incluindo a literatura.
Laura Conrado imaginou as Três mosqueteiras como veterinárias de uma ONG, que de repente contam com a ajuda de uma estudante que não hesita em levantar seu escudo para defender os animais.
A Távola Redonda de Pam Gonçalves é liderada por Marina, que diante do sumiço do dinheiro que os alunos de sua escola pública arrecadaram para a formatura, desembainha a espada e reúne um grupo de meninas para garantirem a festa que planejaram.
E Roberta é a Robin Hood de Ray Tavares. Indignada com a situação da comunidade em que vive, a garota usa sua habilidades meninas salvam o dia. No qual elas são o que são todos os dias na vida real: heroínas. Finalmente.


Skoob | Amazon Resenha 


  Esse foi um livro muito rápido de ler, que muito me surpreendeu e conquistou. Apesar de ter entendido a mensagem logo de cara, eu sou apaixonada por essa edição, além de que as personagens são tão amorzinho, que dá vontade de ler e reler sempre esse livro.  


5. As aventuras do jovem Sherlock Holmes - Andrew Lane


As aventuras do jovem Sherlock Holmes | Andrew Lane
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

Skoob | Amazon Resenha 


   Essa última eu roubei um pouco e indiquei uma série inteira (rsrsrs). Essa série eu conheci logo quando o blog começou, e fui lendo conforme fui descobrindo os livros. Porém apenas resenhei o segundo volume da série, por causa de um desafio literário que participei na época. 
  Eu achei interessante a abordagem do autor, que resolveu contar como era a vida do detetive consultor antes de ele ser o cara famoso de cachimbo e chapéu engraçado. 
  E ele escreveu a trama para um público mais juvenil, mas ficou de uma maneira tão legal, que fica satisfatória a explicação de um monte de manias do personagem, quando lemos os clássicos. 
  Mas como não tinha me ligado que, apesar se serem aventuras distintas, eram livros seguidos, fui lendo fora de ordem e a história ficou meio desencontrada para mim, com personagens ora tão comuns, mas que eu nem sabia de onde tinham vindo e nem para foram. 
  Só fico chateada porque o último volume só ficou na promessa, mas a editora nunca trouxe para o Brasil, então não sei como termina, mas leria novamente, só para entender as coisas na ordem correta (rsrsrs) e dar a resenha que eles merecem.    


   E aí, já conheciam os livros que citei aqui? Tem o hábito de reler os seus livros? Tem algum em especial que gostaria de reler algum dia? 






14 comentários:

  1. Da lista, só li o doador de memórias e amei.
    Eu amo encontrar livros que a gente pode ler e reler e sempre é como se fosse a primeira vez. Meu livro conforto é Harry Potter, se eu pudesse, leria todo ano rs
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O Doador de Memórias eu li há tanto tempo que nem lembro haha. Mas acho que não seria um livro que eu leria novamente. Já sherlock holmes eu leio até as releituras que fazem dele hahaha. Pretendo reler tudo novamente.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  3. Oi Hanna,

    Eu sou doida para ler Heroínas e o Assassinato no Expresso do Oriente. Ambos estão na minha lista de leitura.
    O Doador de Memórias eu lembro que assisti ao filme, mas a história se apagou da minha memória.

    Bjs
    https://diariodoslivrosblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo Heroínas e Assassinato no Expresso Oriente. E O doador de memórias eu posso garantir que são versões diferentes... rs

      Excluir
  4. Hmmm gostei dos livros que você tem vontade de ler novamente!
    Eu já vi o filme O Doador de Memórias e é bem legal, mas não sabia que tinha livro também. Fiquei curiosa hehe :)

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Hanna,
    Adorei conhecer sua lista e os motivos pelo qual gostaria de reler. Li somente os dois primeiros, O doador de memória foge completamente da minha zona de conforto mas lembro que apesar disso gostei. Apesar disso, entendo sobre essa questão de ser das primeiras resenhas que fez, tenho vários livros que quero reler pelo mesmo motivo.
    Já O assassinato no Expresso do Oriente eu não gostei tanto, mas amo os livros da autora e a fama desse livro me dá vontade de reler para ver se a opinião continua a mesma.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que, quando relemos um livro, sempre iremos ver algo que não vimos de outra vez, já me vi gostando de livros que detestei da primeira vez que li, independente do motivo que me fez não curtir tanto naquela vez, sabe? Recomendo que releia Assassinato no Expresso Oriente, vai que dessa vez você gosta também. ^^

      Excluir
  6. Olá, Hanna.
    Como esse livro da Agatha é meu favorito da vida estou sempre relendo. Acho que já li umas 15 vezes hehe. Essa série do jovem Sherlock eu queria reler também porque li emprestado e precisei ler mais rápido e posso ter perdido alguns detalhes hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Tenho muita vontade de ler Heroínas! Lembro de ter adorado Doador de Memórias na época que li, mas confesso que não lembro praticamente nada hoje e não sei se continuaria curtindo haha só descubro se reler também.
    Beijos, Fantasma Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heroínas é muito amorzinho, recomendo! S2 Já Doador de memórias eu vou aproveitar para curtir a história novamente... rs

      Excluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo