Angellore - Divina Conspiração: Essência

em 06 abril 2019

   Olá meu povo, como estamos? Hoje temos resenha de um dos melhores livros que li até agora em 2019. Com vocês, Divina Conspiração - Essência, o segundo volume da série Angellore, escrita pela autora nacional e parceira do blog, Gabi Ruas.
   Ah, esse livro é a continuação do primeiro volume, Sussurro Noturno, o qual pode ter spoilers aqui nessa resenha. Se ainda não leu o primeiro livro, você foi avisado! 😉


Divina Conspiração
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna





8/33

Livro: Angellore, Divina Conspiração: Essência

Autora: Gabi Ruas

Editora: Independente (Amazon)

Ano: 2018

Páginas: 392

Adicionar ao Skoob



Divina Conspiração




Enigmas. Monstros. Escuridão. Nas últimas semanas, essas palavras se tornaram parte da realidade de Sophie, principalmente após ter ficado frente a frente com a morte. Apesar disso, ela tenta seguir sua rotina, dividindo o tempo entre o emprego numa livraria, a faculdade e Nicolae, o misterioso colega de curso que subitamente entrou em sua vida.Uma sucessão de novos acontecimentos, porém, muda de vez os rumos de seu destino: o rapaz desaparece, sonhos e visões passam a inquietar suas noites, e, para agravar ainda mais a situação, os khaos voltam a caçá-la, agora mais implacáveis.Olívia, por sua vez, finalmente está perto de desvendar a grande incógnita que cerca os crimes investigados ao longo de sua carreira. Com ajuda de um misterioso angellore e de Daniel, seu parceiro no departamento, ela reúne informações valiosas sobre os casos, mas sua missão está apenas começando: ainda resta revelar a identidade do assassino e impedi-lo de transformar Sophie em mais uma vítima.Com a ocorrência de um novo assassinato, os envolvidos nessa teia obscura terão de evitar que os planos dos lordes da escuridão se consolidem, e, para isso, Sophie deve descobrir qual é o segredo guardado em sua alma e de que forma ele pode afetar céu, inferno e Äelysio.


    Sophie, depois de descobrir de uma forma beeeem inusitada sobre a existência dos Angellores, acaba descobrindo também que o sumiço de seu padastro Abel tem tudo a ver com os seres alados. Apesar disso, ela tenta seguir uma rotina normal, com faculdade, trabalho, família... Mas os Angellores parecem ter chegado para ficar, já que Sophie resolveu assumir seu relacionamento com Nicolae e até o apresentou para sua tia e prima. Isso além dos outros companheiros de Nicolae, que acabaram entrando na turma, junto com Kati e Fernando.
    A garota já tinha se convencido da não solução do caso do acidente que matou sua família uns anos atrás... mas ela não imaginava que o acidente que sua família sofreu era apenas a ponta do iceberg em que ela caiu de paraquedas.
   Enquanto isso, do outro lado da cidade, Olívia Giacomelli, a investigadora da Polícia Civil, inquieta com essa falta de solução, decide tirar um tempo para se dedicar exclusivamente à solução curiosa que o caso de Abel parecia ter. Disposta a ir até o fim para descobrir a verdade, Olívia vai se deparar com agentes infiltrados dentro do seu próprio ambiente de trabalho, que tem tudo a ver com esse acidente e com os últimos casos de homicídio que aconteceram desde que ela colocou os pés em Belo Horizonte.
   Sophie, por sua vez, vive um conto de fadas com seu príncipe alado bonitão, crente que está prestes a ter seu "final feliz". Acontece que tudo desmorona quando o rapaz aparece do nada e anuncia que vai embora e que ela não deve lhe procurar, da forma mais fria que se possa imaginar. Abalada pelo término do namoro, a mocinha acaba que nem tem tempo de ter dor de cotovelo, já que nesse mesmo tempo, aparecem mais e mais khaos do que ela julgava existir, ainda atrás da alma dela.
   E, mais uma vez, os destinos de Olívia e Sophie se cruzam. Eis que Olívia descobre o "culpado" pela tragédia da família de Sophie, mas antes que ela possa contar a verdade a respeito, recebe uma missão do ser até então desconhecido que aparece no primeiro livro.
   Este ser desconhecido parece saber muito mais do que conta para a investigadora. Todo misterioso, ele apenas pede que ela cuide e ensine a Sophie tudo o que for possível para que ela saiba se defender. Afinal, Sophie é uma peça valiosa em todo esse caso e a força dela pode virar todo o jogo.
   Bom, desde que terminei o primeiro livro, Sussurro noturno, fiquei curiosa com um monte de coisa, que felizmente foi explicada agora. Para começar, o tal ser misterioso tem nome e se chama Shamazel. Ele cerca os arredores de onde mora Sophie tem um bom tempo, mas o motivo pelo qual ele faz isso tem a ver com o passado de Abel. Eis que Shamazel e Shazalon Abel eram irmãos e enviados à Terra anos atrás, para investigar uns casos de suposta traição. Mas durante as investigações, Abel decidiu contrariar a principal lei dos Angellores: faça o que for, até tenha relações afetuosas com humanos, mas jamais largue Aëlysio. E Abel faz isso pela mãe de Sophie, por quem estava apaixonado.


"Não é proibido a um Angellore que se apegue a algum ser humano, qualquer que seja, tornando-se seu amigo ou até seu consorte. Mas, em nenhuma hipótese, o Angellores poderá abdicar de seu posto ou de sua missão, nem haitar a Terra permanentemente. Caso contrário, será setenciado à mortee e caçado até que esta se cumpra."
- Lei I dos Angellores  


   Shamazel, furioso, acaba metendo os pés pelas mãos, e se sente culpado pelo desaparecimento de Abel. Sem saber aonde seu irmão foi parar, e descobrindo que sua família ainda tinha alguém vivo, começou a tomar conta de Sophie a distância... Só que esse "tomar conta" não deu muito certo, já que a menina é perseguida por khaos quase que frequentemente de uns tempos para cá... Sua única alternativa era pedir para Olívia que cuidasse da mocinha; afinal Olívia parecia ser uma humana de mente aberta e confiável para os Angellores. Olívia fica desconfiada no início, mas decide que ensinar umas coisas a Sophie lhe fará bem, quem sabe assim ela até tem a chance de proteger a menina e desvendar algumas outras lacunas dos casos sem solução dela.
   Olívia está muito incomodada com isso, pois tudo indica que os crimes não tem solução, não por falta de pistas, mas porque alguém some com as evidências cruciais. E quem poderia fazer isso, se não alguém de dentro da corporação? E eis que ela consegue descobrir o mandante dos crimes e mais: descobre que o "culpado" é também o alvo da missão dos Angellores desde o início. E, se Sophie corre perigo, já que sua alma é tão valiosa assim, ela precisava ajudar de alguma maneira.
   Assim, Olívia convence Sophie a treinar com ela, perder o medo de encarar os khaos e atirar neles com sua arma especial, a Calberet Watkins. Com balas de prata ungidas num ritual, a Calberet é o pesadelo dos monstros que Sophie aprende com maestria a caçar. Só que seus problemas vão muito além de simples khaos.



Divina Conspiração
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   Os monstros estão atrás da alma de Sophie, por ordem do lorde da escuridão, que precisa dela para completar uma missão dada por Lucifer desde a época do Expurgo. Para isso, ele ocupa também um cargo aqui na Terra, mais perto do que todo mundo imagina...
   Missão essa que Sophie descobre da maneira mais inusitada do universo. Olívia sabe quem é o lorde da escuridão e precisa contar para as pessoas certas; acontece que ela é vítima de um atentado antes disso. E Sophie tem apenas um bilhete, lhe dizendo que o lorde existe (porém ela ainda não sabe o nome do cidadão) e dando um "mapa do tesouro", para saber sobre o que Abel estava investigando quando desapareceu. E ela parte nessa jornada em busca de conhecimento. E vai descobrir muito mais do que um ser humano jamais imaginou ser possível.
   Gente, eu não sei como definir o que senti lendo esse segundo volume. Todas as pontas soltas que tinham no primeiro livro se emendam aqui. Mas são tantas revelações, que mais pontas soltas aparecem, para dar seguimento no terceiro livro.

Divina Conspiração
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   Aqui temos uma Sophie parecida com a do primeiro livro, pelo menos no início do volume. Ela é toda melindrosa, tímida, frágil... parece até aquelas princesas dos contos de fadas. Quando um khaos a ataca então, ela fica esperando que um Angellore em especial apareça para salvar a donzela em perigo. Depois que Nicolae vai embora de supetão, ela perde o chão. Isso porque o namorado aparentemente terminou com ela e porque quem vai salvá-la a partir daquele momento?! Aí temos umas cenas muito do tipo "meu mundo caiu"...


"Não conseguia compreender por qual motivo Nicolae havia sido tão frio nem por que se recusara a me explicar sua decisão. Por que ele tivera de ir embora daquela forma? Sua partida fora definitiva? Por mais que eu tentasse encontrar respostas para essas perguntas, a única coisa que ocupava meus pensamentos era a dor que me consumia." 


   Quando Olívia aparece sugerindo que ela passe um tempo aprendendo a se defender, Sophie não dá muito crédito, pois está ocupada demais sofrendo com a solidão. Precisou aparecer um khaos atrás dela de novo e Olívia mostrar que não precisava de Angellore algum para se defender, que Sophie percebe que pode fazer isso também. Cá entre nós, já tava na hora da síndrome de princesa dessa menina acabar. E parece que esse tempo que Olívia ensina a menina a lutar e atirar, Sophie cresce mais um pouco como pessoa e volta até menos enjoada que tava começando a se tornar depois do pé na bunda que tomou do Nicolae.
   E aí o livro começa ter é mais mistérios... Depois que Sophie fica mais ligada em caçar khaos, ela acaba descobrindo que tem um dom... o dom de ver as memórias dos khaos. Nesse mesmo tempo, Sophie acaba descobrindo algo que nem imaginava... que ela também podia ter acesso às memórias de Abel. Com isso, ela descobre a missão de seu padastro, toda a relação que todos os Angellores tem nisso tudo e ainda mais: o que ela tem de tão importante nessa história, se é apenas uma humana?
   Muitas peças vão se encaixando, é mistério atrás de mistério. A medida que perguntas são respondidas, novas perguntas surgem, e tudo vai desembocar na Divina Conspiração, que dá o nome à série de livros que me conquistou.
   A Gabi mantém sua escrita fluida, ao mesmo tempo detalhada e envolvente. Então, apesar do livro ter quase 400 páginas, você não sente que elas estão passando. Dessa vez eu peguei o livro físico e posso falar a respeito. O volume foi escrito, revisado e diagramado pela própria autora. Achei um charme as típicas penas negras, comuns em toda cena de crime que Olívia investiga, marcando o início de cada capítulo.

Divina Conspiração
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   A história ainda é narrada pela visão de Sophie, mas dessa vez temos capítulos vistos pela visão do ser misterioso, que se identifica nesse livro, por Olívia e por Daniel, que se mostra bastante importante no decorrer da história. Daniel está disfarçado na delegacia de Olívia, pelo mesmo motivo que a investigadora: saber o que o caso de Abel tem a ver com os outros casos onde as penas foram encontradas. Mas ele acaba ganhando a confiança da investigadora, que se torna um grande aliado. Além disso, ele ganha mais destaque quando Olívia sofre o atentado. Ele não se conforma com o que aconteceu com a agente, mas sabe que ela só sofreu aquilo, porque descobriu algo que não devia. E parte em busca do que Olívia descobriu também... quando ele descobre, o livro dá uma reviravolta incrível!


"Infelizmente não posso dizer mais. Ao menos, não por enquanto. Mas tenha em mente que qualquer um pode ser nosso inimigo agora."


   A Divina Conspiração existe desde que Lucifer e os outros anjos caídos foram expulsos do Paraíso. Mas até então parecia ser apenas um boato, com pequenos enfrentamentos entre os lados do bem e do mal. Mas quando a Conspiração se torna algo mais concreto, máscaras caem, disfarces acabam, e você não sabe de que lado fica, pois cada personagem forte tem um segredo para contar nessa confusão toda.
   Com relação ao Nicolae... ele sumiu do mapa e disse pra Sophie não procurar mais por ele. A garota sofre, recompõe a dignidade dela, e quando está bem de novo, o bonitão aparece na maior cara de pau e fala que não era nada daquilo que ela tava pensando... Pelo visto, homens são iguais, com asas ou não nessa história... 😒 Mesmo que ele tenha seu papel super importante depois e tal, mas a explicação que ele dá pelo sumiço não me convenceu e, se eu fosse a Sophie, tinha mandado ele pastar... A garota se dedica ao ceifador, declara seu amor e ela a joga pra escanteio como se fosse um pacote velho. E depois volta porque sentiu saudades. Ah, pelamor! A sorte é que ele continua sendo um aliado valioso nessa batalha, principalmente do lado do bem, mas perdeu uns pontinhos comigo só pela declaração de amor torta que deu pra garota... 😡
   Kati e Fernando ajudam Sophie em parte dessa busca por respostas, mas ainda parecem ter um papel pequeno, já que boa parte do livro gira em torno de Sophie e os Angellores somente... O tal ser misterioso, Shamazel, tem mistérios por um bom motivo, e é a real explicação do ditado "o mundo é pequeno". Ele tem a ver com mais personagens do que pensei. E falando em personagens... me surpreendi com o papel de uma secundária, que quase não apareceu no primeiro livro... Virgínia Vittorino, a chefe de Sophie na livraria, tem mais importância do que pensei e meu queixo caiu quando li. E faz todo sentido no fim das contas!
   O tal lorde da escuridão disfarçado, tem nome de anjo, que é mencionado durante os capítulos. Mas sua identidade na Terra, apenas Olívia sabia, por isso sofreu o atentado... eu tinha minhas desconfianças de quem era, e quando li, não sabia se dava pulinhos de alegria porque dei um chute certeiro, ou se ficava assustada com mais alguma identidade secreta aparecendo (rsrsrs).
   Aliás, as lutas dos Angellores são incríveis! É "tiro, porrada e bomba" quase o tempo todo e a Gabi não economiza em detalhes, assim como no primeiro livro. Devo dizer que são as partes que mais gosto, ainda mais porque você acaba se sentindo no meio da luta junto com eles.
   E, não sei se a autora se inspirou no anime, mas devo dizer que partes dessas lutas me lembrou muito o anime Bleach, que é exatamente sobre shiningamis (ceifadores da morte dos japoneses). Eu devo dizer que achei o máximo, já que sou fã do anime. 💓
   Para esse livro eu dou nota máxima e super recomendo a leitura.



 
  Agora, é aguardar pelo que vai acontecer no terceiro volume, que já tem nome, é Prenúncio.
 

   Ah, para quem quiser adquirir o livro físico, pode entrar em contato diretamente com a Gabi pelo Insta. Mas se você prefere comprar pelo site, o ebook está disponível na Amazon:




   Esse livro faz parte da meta literária desse ano, mais precisamente no Projeto Literário Leia Mulheres, em parceria com os blogs MãeLiteratura e Pacote Literário.

Projeto Leia Mulheres


   Já conheciam as obras da Gabi Ruas? Me contem aí! 😉



18 comentários:

  1. Essa com certeza foi uma das resenhas mais bem escritas e cuidadosas que já li. É uma honra ser digna de um trabalho tão cheio de dedicação. Obrigada por me permitir essa parceria incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownt, assim você enche meu coração de orgulho Gabi! S2
      Muito obrigada pelo elogio e fico muito feliz com nossa parceria! =)
      Bjks!

      Excluir
  2. Estou numa fase querendo mais leituras nacionais. Vou adicionar essa série para ler. Adorei a resenha <3 me deixou empolgada para conhecer a história.

    Gravado na Memória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza de que vai amar essa série toda Nanda. Super recomendo, e não é porque é minha autora parceira não, é porque realmente o livro é incrível! =)
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Essa continuação parece demais! Adorei sua resenha!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Impossível ler sua resenha e não querer explorar essas histórias, todos os livros parecem ser ótimos, fiquei doida para testar esse e os outros livros da sequência!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Que bom que gostou Kaila! S2
      E espero que goste dos livros tanto quanto eu! ^^
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  5. O enredo do livro é ótimo, deu vontade de ler. Já vou ver na amazon.
    Niceness Beauty Blogger

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem? Que resenha maravilhosa fiquei encantada com sua opinião sincera, me despertou para obra, não conhecia a série mais fiquei muito empolgada pela leitura, e feliz em saber que trata-se de uma obra nacional, espero ter a oportunidade de ler em breve! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz em saber que curtiu o post e a resenha Michelle! Espero que curta também a leitura. É ótima e super recomendo! ^^
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  7. Oi Hanna.

    Eu não conhecia este livro e pela sua resenha, eu fiquei bem curiosa. Pois você mostrou que a história contém muito mistério. Já estou adicionando na lista de desejados junto com o primeiro. Obrigada pela dica de livro nacional.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia! Seja bem vinda ao Mundinho! ^^
      Fico feliz que tenha curtido a resenha. Eu super recomendo a leitura da série inteira, tenho certeza de que amar tanto quanto eu! =)
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  8. Não conhecia nem o livro nem a autora, mas fiquei curiosa! Muito obrigada pela indicação, vai para a minha wishlist infinita!
    Beijos

    http://a-lilianaraquel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste tanto quando teu da leitura Liliana! Bjks!

      Excluir
  9. Oie,
    Não conhecia o livro, achei a capa bem linda, e por ter um toque de fantasia já me encanta mais ainda, e por ser nacional? Vai pra lista com certeza, depois vou dar uma passada na resenha do primeiro livro pra me ambientar.

    Beijokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahha
      Uma ótima combinação, né Kelly? Espero que goste da leitura.
      Bjks e obrigada pela visita! ^^

      Excluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo(a) ao Mundinho da Hanna. A casa é sua e esteja à vontade para ler os posts e seguir o blog
Caso tenha um blog também, deixe o link. Vou adorar conhecer o seu cantinho também.
Por favor, leia os posts e seja gentil ao comentá-los. Comentários do tipo "segui seu blog, sdv" serão ignorados.

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo