18 fevereiro 2017

Projeto #MDA: desafio #5

   Olá meu povo, como estamos? Hoje é o quinto e último desafio do Projeto #MDA (não sabe o que é? Então leia AQUI).
   E hoje, para fechar com chave de ouro... Deram o desafio mais difícil... pelo menos eu acho que sim... Uma carta para meu antigo 'eu'. Será que eu consigo? Vem ver o que saiu! 😊




      Querida Hanna,

      Só queria dizer que estou muito orgulhosa de você. Você mostrou que é capaz de fazer coisas novas, de pensar por si só e de ir cada vez mais longe, por mais difícil que as coisas pareçam ser. 
     Seja sempre assim, teimosa, de personalidade forte e determinada. Que você não deixe nunca mais as pessoas te apagarem o brilho. Que você saiba dizer mais 'não' quando necessário. E que você saiba que chorar não é, nem nunca foi sinal de fraqueza, muito pelo contrário. Você faz coisas que pessoas da sua idade nunca pensaram ser possíveis. Você tem mais poder do que pensa, só basta acreditar e usar. 
   As coisas não são fáceis, nem nunca serão. Mas saiba lutar pelo que quer com mais força, com mais garra, e você vai conseguir, tenho certeza! 😉
    Você admitiu suas falhas, admitiu suas fraquezas. Mas também foi capaz de perceber que não é feita apenas de defeitos. Você tem qualidades incríveis e que fazem de você uma combinação única. Não importa o que digam, você é linda! Linda por fora, com suas "argolas do poder", linda por dentro... você é linda, não importa o que digam! 
   Continue assim, amadureça o que você sabe que ainda está ruim, pois você sabe que anda é possível mudar certas coisas, mas sem deixar de ser você. Sempre tive orgulho da menina que não queria se encaixar no mundo. Ela sempre quis ser a "diferentona". A que tem o trabalho mais esquisito e mais legal do mundo. A que coleciona lembranças e não coisas. A menina com um "moleque interior", que odeia bonecas, mas ainda assim é uma menininha fofa. A que é feliz com o pouco que tem e sabe que aquilo é necessário ser trabalhado pra ter o "algo mais" no futuro. Continue assim que você vai longe. 
   Vão dizer que você sonha demais, que você perde tempo demais planejando coisas impossíveis. Então crie coragem e repita as palavras de 'Alice no País das Maravilhas" que você tanto gosta: 

Isto é impossível.
Só se você acreditar que é.
Às vezes, eu acredito em seis coisas impossíveis antes do café da manhã:

Um: há uma porção para te encolher. 
Dois: um bolo que pode te fazer crescer.
Três: animais que podem falar.
Quatro: gatos que podem desaparecer. 
Cinco: um lugar chamado país da maravilhas. 
Seis: Eu posso...”

   Sim!  Você pode! Você pode tudo o que você quiser! Apenas acredite que você é capaz! Porque você é! E você sabe disso! 😊
   Nesse projeto você enfrentou medos que te impediam de abrir mais portas. Você se descobriu... e descobriu do que é capaz. Que você não se esqueça disso, nunca mais! Isso é uma ordem, está me ouvindo mocinha?! 
   E... para finalizar, aqui está uma música, que eu sei que você gosta e achei que tinha a ver com esse momento, já que pra todo momento da sua vida você tem uma música tema.     Pois é, eu sei... Você não diz isso pra ninguém, mas todo momento você põe uma música que seria o tema da situação se sua história fosse um filme/novela da vida... 😀😀😀  
   




   E aqui eu finalizo minha cartinha. Guarde no seu 💜 essas palavras... e, se precisar, leia de novo... Te amo! 
   Do seu novo "eu",
            Hanna Carolina.



   Essa foi uma postagem de blogagem coletiva do United Blogs. O que você acharam?      Escreveriam uma carta também para seu antigo "eu"? O que escreveriam? Contem pra mim! 😊









10 comentários :

  1. Deve ser algo um pouco dificil escrever algo para sua propia eu.
    Mas acho legal a ideia de escrever uma mensagem positiva para você mesma e um dia mais para baixo e encontre a carta em algum lugar aleatorio e lembrar daquela carta que nem lembrava que escreveu.

    Beijos Hannah

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Babi, de fato é complicado escrever para si mesma, mas depois desse desafio, acabou que não tive tanta dificuldade, sabe? E sim, vai ficar para lembranças futuras... =)
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Pra mim foi bem difícil escrever essa carta, mas gostei do resultado. Amei sua cartinha, espero que a releia sempre que precisar. E assim como você, eu também tenho a mania de definir uma música para cada momento do "meu filme" hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahhaahahah
      Então podemos dar as mãos e sair por aí cantarolando nossos filmes/vida! kkkkk
      Bjks!

      Excluir
  3. Oi querida Hanna! Amei a sua ideia de escrever uma carta para si mesma. Aliás, como bem sabe, cartas são uma das minhas paixões, adoro! É difícil publicar nossos erros e acertos, nossos sonhos, decepções e expectativas e só tenho a lhe parabenizar por isso!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Karla, de fato apesar de não ter problemas em escrever cartas, eu confesso que essa foi inusitada , pois a gente nunca pensa no que escreveria para seu próprio "eu". Mas por sorte o desafio me ajudou bastante.
      Obrigada pela visita! =)
      Bjks

      Excluir
  4. Nossa, que texto forte! Fechou o desafio com tudo!
    Tudo o que você falou dá vontade de pendurar na parede do quarto e ler sempre. Dizer não, lutar pelo o que queremos, amadurecer... Etapas necessárias para que nos tornemos pessoas ainda melhores. Acreditar nos nossos sonhos também!
    Beijos

    De cara com a Juh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ju! =)
      Às vezes bate a inspiração e esse desafio me deixou mais confiante pra escrever... rs
      Bjks!

      Excluir

Obrigada pela visita! Agora deixe uma blogueira feliz, comente, compartilhe e seja sempre bem vindo no Mundinho da Hanna! =)