TAG Palavras cruzadas

em 28 abril 2020

  Olá meu povo, como estamos? Final de mês chegando e estou aproveitando esse tempinho para ler mais e buscar novas TAG's que ainda não tenha respondido (rsrsrs), para finalizar o mês com aquela descontração. 😉 Foi numa dessas buscas, que encontrei a TAG Palavras cruzadas, lá no blog Cafeína Literária.


Palavras cruzadas
Foto: Creative Commons/Pixabay

  Apesar disso, a autoria da TAG vai para o canal lusitano InesBooks, que elaborou a brincadeira em comemoração ao aniversário do cantinho dela. 💓
  Então bora conferir as respostas?




1. Vox Populi 

(um livro para recomendar para todos)



Fundação
Foto: Divulgação


R. Esse é um ponto polêmico, pois como vou recomendar um livro para todos? Mas enfim, só consigo pensar na série Fundação, de Isaac Asimov. É uma ficção científica, escrita nos anos de 1950, que se passa no século XXII (ou XXIII? Já não sei com certeza), mas que tem tanta coisa que se encaixa perfeitamente em momentos que vivemos. A gente sempre pensa num futuro onde temos coisas avançadas na tecnologia, temos paz entre as pessoas e certas picuinhas políticas perderam sentido. Mas lendo Fundação, vemos muita coisa que ainda acontece nos jornais hoje, como cientistas sendo desacreditados várias vezes, e depois recorrem atrás da gente (sou cientista, caso não saibam) pedindo respostas rápidas, jogos políticos e um querendo puxar o tapete do outro perante o povo eleitor. Temos também crises de energia (a diferença é que a deles é mais ecológica que a nossa atual), educação e até de saúde... Isso é o que mais me atrai nos livros do autor e recomendo a leitura.  





2. Maldito plágio 

(um livro que gostaríamos de ter escrito)


O casamento
Foto: Divulgação

R. Está aí uma coisa que nunca me passou pela cabeça (rsrsrs). Mas como missão dada é missão cumprida, vou aproveitar e contar aqui que gostaria de ter escrito O casamento, do tio Sparks. Ele já é figura fácil em quase todas as TAG's que respondo por aqui... mas é que ele ficou marcado por ser um livro muito ruim... de coração, é muito ruim... E eu gostaria de ter escrito ele, pois teria feito modificação nele inteiro e teria saído um livro decente (#prontofalei). 😂😂



                                                          Skoob | Amazon | Resenha


3. Não vale a pena abater árvores por causa disto



R. Esse é outro tema polêmico (rsrsrs). Pois por mim, alguns livros hot se encaixam nesse quesito. Mas antes que me julguem de preconceituosa, já deixo dito aqui que, apesar de não ser fã do gênero, eu já li alguns hot, inclusive em parceria, que foram grandes surpresas. Isso porque os autores pensaram em equilibrar cenas mais quentes com outras coisas, como suspense, romance mesmo, cenas mais engraçadas... o que deu a entender que até os personagens tem mais o que fazer da vida além de sexo (rsrsrs). Mas, porém, todavia, no entanto... Os livros hot que só tem sexo (e dos mais pesados até) do início ao fim, dando a entender que os personagens só sabem fazer isso da vida e nada mais, para mim, é perda de tempo e gasto de árvores à toa... desculpa... 
                        

4. Não és tu, sou eu 

(um livro bom lido na época errada)



Dom Casmurro
Foto: Divulgação/Amazon


R. Dom Casmurro é um exemplo clássico disso. Na escola a gente é apresentadx a tantos livros de nossa literatura, que por vezes são chatos de acompanhar, seja pela estória em si, pela linguagem rebuscada, por n motivos. E comigo não foi diferente. Dom Casmurro me foi apresentado no Ensino Médio, e lembro que foi o livro mais fino e que mais demorei a ler na vida. Eu já estava me descobrindo como leitora nessa época, e lia os tijolos de Anne Rice numa boa, e terminava rápido até. Mas Dom Casmurro me tomou 2 meses... sério! E só terminei porque precisava apresentar o trabalho na escola... Se não, teria abandonado sem dó. E minha raiva foi tamanha, que larguei o coitado debaixo da cama e nunca mais olhei pra cara dele. Um belo dia, durante uma faxina decente que fiz no meu quarto, encontrei o coitado todo amassado e cheio de poeira e resolvi "perdoá-lo", dando mais uma chance. Numa segunda vista, acabei gostando da leitura e, por vezes, me peguei rindo em algumas cenas... Nunca imaginei que fosse gostar desse livro na vida, mas paguei pela minha língua e não me arrependo nesse caso (rsrsrs). 



                                                   Skoob | Amazon 



5. Eu tentei… 

(um livro que tentamos ler, mas não conseguimos)


Orgulho e preconceito
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



R. Muitos livros se tornaram clássicos, mas isso não quer dizer que vão agradar a todos os leitores, unanimemente. Por isso, eu confesso que tentei ler Orgulho e preconceito, o clássico de Jane Austen, mas infelizmente não rolou... 😕 Pensei em fazer com ele o mesmo que fiz com Dom Casmurro... mas depois, acabei passando ele a frente, por sorteio mesmo... definitivamente não é um livro para mim... 



                                                  Skoob | Amazon 



Palavras cruzadas


6. Hã? 

(um livro que lemos e não percebemos nada OU um livro que teve um final surpreendente)

O apanhador no campo de centeio
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



R. Normalmente a gente coloca um que o final surpreendeu. Mas serei diferente dessa vez e vou colocar um que li e não percebi nada (rsrsrs). E o escolhido para a categoria foi O apanhador do campo de centeio, de J. D. Salinger . Esse livro é um daquele clássicos da literatura que você "tem que ler antes de morrer", principalmente por ter influenciado algumas pessoas a cometerem assassinatos famosos até, como o do presidente Kennedy, por exemplo. Isso porque conta-se a lenda de que tem mensagens subliminares no livro, induzindo as pessoas a cometerem atos do tipo. Aí, a Babi Bueno, do Meu mundinho quase perfeito, me convenceu a fazer uma leitura conjunta... e entendemos bulhufas! Sério, não encontramos mensagens subliminares, nem entendemos a real moral da história. Só depois de nós mesmas procurarmos outras resenhas, e fazermos nossos próprios debates, foi que compreendemos (ou achamos que compreendemos) a mensagem do bendito... Mas foi aquele que a gente terminou e ficou exatamente com a cara de "hã?! O que eu perdi?!"



                                                   Skoob | Amazon | Resenha



7. É tão bom, não foi? 

(um livro que devoramos)



Divina conspiração - Prenúncio
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


R. Esse eu nem preciso pensar muito. Sem dúvida, a série Angellore, de nossa autora parceira, Gabi Ruas. Mas como só posso escolher um, deixo o último lido, Prenúncio.  



                                                     Skoob | Amazon | Resenha


8. Entre livros e tachos

(uma personagem que gostaríamos que cozinhasse para nós)


R. Está aí outra coisa que nunca parei para pensar (rsrsrs). Mas acho que posso citar o Daniel, da série Angellore. Ele curte cozinhar e até o faz muito bem, pelo menos é o que sua parceira Olívia nos conta... (rsrsrs).



                                                     Skoob | Amazon | Resenha


9. Fast Forward 

(um livro que podia ter menos páginas que não se perdia nada)

O jogo da fama de Thea Carson
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



R. O jogo da fama de Thea Carson é um livro de chicklit a princípio. Pelo que entendi, a autora queria meio que fazer uma história baseada nos bastidores da vida dos famosos e mostrar que nem tudo é perfeito, que nem mostram as revistas. O problema não foi a ideia, mas como ela abordou e depois se perdeu no meio do caminho. Aí ficou nítido que ela colocou mais páginas, meio que tentando justificar um monte de coisa, que sinceramente, foram desnecessárias. 




                                                    Skoob | Amazon | Resenha



10. Às cegas 

(um livro que escolhemos só por causa do título)


Arsène Lupin contra Sherlock Holmes
Foto: Divulgação


R. Essa é difícil responder, pois sou bem visual no quesito livros (rsrsrs). Então comprei vários livros pela capa e pelo título. Felizmente tenho dado sorte e as leituras foram boas experiências... Mas como só posso escolher um, vou falar de um que será minha próxima leitura desse ano, Arsène Lupin contra Sherlock Holmes, de Maurice Leblanc. Pelo que vi depois, ele é meio que um clássico da literatura mundial, contemporâneo de Sherlock Holmes, inclusive, e tem até filme. Tive que comprar os dois livros (sim, é uma série, assim como o famoso detetive consultor), que estão no projeto #12livros para 2020. Espero gostar da leitura, as expectativas estão altas, confesso...  



                                                         Skoob | Amazon 



11. O que conta é o interior 

(um livro bom, mas com uma capa feia)


Coração de pedra
Foto: Skoob


R. Olha, confesso que essa também é difícil responder, porque eu sou primeiro atraída pela capa na prateleira, depois olho o nome do(a) autor(a) e só depois olho a sinopse. Então posso dizer que os livros que tenho tem capa bonita, pelo menos para mim... (rsrsrs) Mas creio que a capa "menos bonita" da minha estante é um ebook na verdade, Coração de pedra, de Charlie Fletcher. Eu tinha resenha dele aqui, mas foi bem na época da primeira versão do Mundinho da Hanna, então acabou sendo deletada. 😕 


                                                                 Skoob | Amazon 



12. Rir é o melhor remédio 

(um livro que nos tenha feito rir)


O guia definitivo do mochileiro das galáxias
Foto: Divulgação/Amazon



R. Não tem como não falar de Douglas Adams nesse quesito. Ele é o melhor autor quando queremos rir. Ainda mais se curtir um toque de humor ácido, como o dele. Então recomendo 


                                                    Skoob | Amazon | Resenha



13. Tragam-me os Kleenex, por favor? 

(um livro que nos tenha feito chorar)



Teu silêncio, minha resposta
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


R. Confesso que sou meio durona no quesito chorar por livros, mas um que me fez chorar recentemente foi exatamente o último resenhado aqui no Mundinho, Teu silêncio, minha resposta, de Fábio Abreu. E, para falar a verdade, ele não me fez chorar na hora que li, mas quando escrevi a resenha, então acho que conta (rsrsrs).



                                                      Skoob | Amazon | Resenha



14. Este livro tem um V de volta 


(um livro que não emprestaríamos a ninguém)



My precious


R. Aaaaahhhh! Esse nem preciso escolher! Isso porque não emprestaria meus livros mesmo! Ainda mais depois de algumas decepções em que emprestei livros que nunca me foram devolvidos, por isso, só empresto meus livros para minha mãe, que mora comigo, então eles não tem como sumir, pois sei onde estão, para colocar de volta na prateleira (rsrsrs).



15. Espera aí que eu já te atendo 


(um livro ou autor que estamos constantemente adiando a leitura)



Stephen King
Foto: Divulgação/R7

R. Ok, ok... tenho que admitir que estou constantemente adiando os livros do célebre Stephen King. Ele pode ser o rei de vários gêneros, como fantasia, suspense, terror... exatamente os tipos de livro que gosto normalmente. Mas não sei o porquê, sempre adio a leituras das obras dele, por ter certo medinho... seja da forma como ele aborda suas histórias, seja de ter uma grande decepção, ainda mais por ele ser tão aclamado... Mas tenho medo, e por isso mesmo acabo adiando tanto... Pronto, falei... (rsrsrs).



   E aí, já tinha respondido essa TAG? O que acharam das respostas? Quais seriam as suas? Não marcarei ninguém, mas fiquem à vontade para responder e me marcarem também. Vou amar saber mais sobre vocês também. 😉








28 comentários:

  1. Acho incrível sua memória e inteligência para responder essas TAGS ♥
    Nicholas Sparks foi um dos meus escritores favoritos!
    Beijinhos ;*

    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk, que nada! Levo um tempão para responder essas TAG's! Minha memória não é tão boa assim, rsrsrs.
      Bjks!

      Excluir
  2. Nós começamos a fazer uma colecção de Nicholas Sparks mas como eram muitos ainda não terminamos além disso alguns livros dele são com um preço elevado
    Seguimos o blog <3

    Beijinhos :), Damsel.me-Clique Aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele realmente tem vários livros publicados. Embora não curta muito o gênero, eu acho que dá para encontrar em formato digital, a um preço mais acessível, não?
      Bjks!

      Excluir
  3. Olá, Hanna

    Eu só posso pontuar três menções, a primeira e Dom Casmurro, que também tive contato na época do colégio e não rolou não. Sabe aquela de ler o resumo? Então. Alías, tá aí uma coisa que eu abomino: a maneira com a qual a escola lida com a literatura. Temos que estudar literatura? Óbvio, mas daí a obrigar adolescentes a lerem obras tão densas e rebuscadas é dose... por isso que a relação de tanta gente com a literatura é tão problemática.
    Sobre Orgulho e Preconceito, tentei ler quando era adolescente e não rolou também, mas coloquei o livro na TBR de 2020 e desse ano não passa.
    E sobre o SK, tenho uma relação de amor e ódio com ele. Gosto muito de alguns livros, detesto ouros. e olha, eu não acho que os livros dele dão medo não, para mim é uma coisa apenas incômoda muito de leve.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tamires, concordo contigo, viu? Literatura é muito importante, mas acho a linguagem dos livros clássicos muito rebuscada para jovens leitores, que ainda nem se descobriram direito nos livros. Eu mesma tinha aversão à literatura brasileira até pouco tempo, quando comecei a ler livros "brazuca" mais contemporâneos. Com relação a Orgulho e preconceito, desejo boa sorte na TBR 2020! kkk
      Bjks!

      Excluir
  4. Oii
    Adorei a tag , achei bem criativa

    Beijinhos
    http://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá Hanna adorei a tag. Achei ótima beijos

    Segredosdamarii.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Hanna tudo bem? Que TAG legal, super criativa. Não sabia que você tem medo de ler livros do Stephen King. Tenho certeza de que quando você ler algum livro dele, vais gostar. Pois além de ser muito bem escrito as estórias em geral são espetaculares. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me dizem muito isso Luciano, mas ainda assim, tenho o pé atrás com os livros dele... rs
      Quem sabe um dia eu dê uma chance...
      Bjks!

      Excluir
  7. Uau, amei essa tag, é a primeira vez que vejo ela, também tenho medo de ler os livros do Stephen King, rs! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Dom Casmurro é um HINOOOO de livro!!! Esse livro precisa de um certo nível de maturidade para ler, as vezes sendo estipulado nas escolas, perca o interesse dos alunos.
    Eu amo o Apanhador no Campo de centeio e confesso que ele nao surpreende em nada, mas vejo pelo ponto de vista de que ele foi muito importante para a época e respeito a falta de emoção. Hahaha
    Adorei a tag.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabi, realmente Dom Casmurro é um hino, mas ainda acho que não para alunos em idade escolar... Talvez pelo que você mesma disse, a maturidade que é necessária para entender a mensagem do livro. E sim, O apanhador não surpreende em nada, rsrsrs. E mesmo que tenha sido importante para a época, não tiro o mérito dele, não leria novamente... rsrs
      Bjks!

      Excluir
  9. Oi, Hanna
    Eu sou muito defensora dos hots mas nem sempre dá pra defender kkk alguns nem tem estória, então entendo seu ponto, mesmo assim gosto muito gênero. Eu já tentei ler Orgulho e Preconceito, mas sinceramente? Clássicos não são para mim infelizmente hahaha
    Amei a tag!
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriã, viva a liberdade de escolha literária! kkk Mas realmente, tem uns hot que não dá para engolir... até pq são páginas e páginas sem estória... Aí enfraquece... =/ Pelo visto temos gostos em comum com relação aos clássicos, rs. Bjks! =)

      Excluir
  10. Olá.

    Adorei a TAG. Eu gostava muito do canal da InesBooks quando ela postava. Pena que parou. Coração de pedra é realmente uma capa muito estranha. haha Este ano pretendo ler mais ficção cientifica, gosto muito do gênero e A Fundação já está na lista de futuras leituras. Ao contrario de você, eu acabei gostando de ter lido Dom Casmurro na escola, já Jane Austen fico triste que não tenha funcionado com você assim como O Apanhador. Acho que quando você parar de adiar a leitura do Stephen King irá gostar dos livros dele. Eu amo.

    abraços
    www.blogdecaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro! =)
      Pois é, eu vi que as postagens no canal dela pararam tem um tempo, que pena... =/ Recomendo de olhos fechados a leitura de Fundação! E de fato os clássicos da literatura não funcionam muito para mim, não sei se é pela linguagem rebuscada, ou pelo gênero mais arrastado da época... mas infelizmente não rola comigo... =/
      Bjks!

      Excluir
  11. Olá, concordo com você sobre a indicação de Fundação, obra extraordinária, sobre um livro que não vale derrubar uma árvore, colocaria alguns hots de entretenimento (não acho que seja preconceito seu) e os do Nicholas (todos). Eu amo Orgulho e preconceito, suspirei muito com esse fofo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém que me entende! kkkk
      Infelizmente, os clássicos da literatura, que são muito aclamados, não rolam comigo... Fazer o quê, né? Mas vida que segue.
      Bjks!

      Excluir
  12. Achei super bacana essa TAG Palavras Cruzadas, que você encontrou e trouxe aqui. Eu acabei de preparar meu primeiro blog post de TAG para publicar nas próximas semanas. E estou bem animada! Curti bastante conferir as suas respostas dessa tag. É realmente ótimo para descontrair, viu! Essa TAG eu nunca tinha respondido antes. Muito legal que eu tenha encontrado algo incomum nas suas respostas como o fato de eu viver adiando a leitura de algum livro do Stephen King rsrs. Eu tenho interesse e quero ler, mas vou adiando e adiando, sabe? Hehe

    ResponderExcluir
  13. Gostei de todo o post, legal demais falar de vários temas no mesmo post, fica mais leve e divertido. Vou falar do Apanhador no campo de centeio. De fato parece não ter nada, mas creio que o incentivo está no tédio adolescente do protagonista. Aquela desvirtuada vida de jovem, que pode nos levar a qualquer lugar. Enfim, dei meu pitaco. Belo post!!!

    ResponderExcluir
  14. Menina, eu adoro quando traz tags aqui! E, uau, como você caprichou na apresentação desse post! O visual dele está incrível, sem contar as dicas que acabou nos dando! Sobre Stephen King, esse ano me coloquei a ler, mas iniciei com "Sobre a Escrita", e gostei muito! Me foi útil. Estou com "Cujo" na estante para ler (mas realmente não sei quando conseguirei!). Sobre Clássicos, sou louca por ler "Orgulho e Preconceito", e vivi isto que relatou com "O Morro dos Ventos Uivantes", mas retornarei com esta leitura ainda este ano! bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi Hanna, tudo bem? Ah, eu gosto muito de responder tags. Se deixar respondo quase sempre haha Agora nem tanto, porque o trabalho está corrido, mas quando postava frequentemente no instagram buscava tags toda semana. Acredito que na época que tínhamos somente blogs era mais comum os blogueiros criarem. No instagram eles não têm muito essa cultura. A maioria que são respondidas lá são adaptações das que já conhecemos (risos). Essa que você trouxe é novidade e curti. Eu gosto muito de Dom Casmurro. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  16. Amei a TAG. Sobre desperdicio de arvores, eu botaria hot, YA, harry Potter kkkkk

    Hun, eu li orgulho e preconceito, não é ruim, mas tbm não achei a super obra mais incrível do planeta rs
    Fundacao só tenho o primeiro, namoro o box ha tempos heheh

    Küss 😘

    ResponderExcluir
  17. Amei a tag. Nao tinha visto ela ainda ...
    To rindo demais sobre o livro do Nicholas Sparks. Eu gostaria de ter escrito tambem um livro dele

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo