Teu silêncio, minha resposta - Fábio Abreu

em 25 abril 2020

  Olá meu povo, como estamos? Hoje o post está saindo mais tarde, pois desde ontem tive problemas técnicos com a wifi aqui de casa. Por isso, não consegui escrever a postagem a tempo. Mas também, acabei mudando os planos e aproveitei o "momento de silêncio" da internet para terminar um livro que mexeu bastante comigo... e que acabou ganhando o lugar da postagem que era de hoje... (rsrsrs).
  Assim, trago para vocês a resenha de 'Teu silêncio, minha resposta', do autor nacional Fábio Abreu.

Teu silêncio, minha resposta
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna




12/12

Livro: Teu silêncio, minha resposta

Autor: Fábio Abreu

Editora: Independente/Amazon

Páginas: 268

Ano: 2018

Skoob | Amazon



O medo não é o maior nem o mais forte sentimento que há nos homens. Mas quando não existe a força necessária para vencê-lo, pode ser devastador. Mayara e Cristian provaram do profundo mal que ele pode causar: a dor, a separação e o fim do que mudaria suas vidas para sempre, o amor verdadeiro. Ele será capaz de vencer a batalha travada, no silêncio do seu coração?


Teu silêncio, minha resposta


   Cristian é um rapaz a moda antiga. Ele é cavalheiro, inteligente, romântico... e está completamente apaixonado por Mayara, a menina que ele conhece desde o Ensino Fundamental.
  Eles estudaram juntos por um bom tempo e tem o mesmo círculo de amigos, o que facilitou seu convívio por bastante tempo... e aumentaram os sentimentos que ele nutria por Mayara, ou apenas May, para os íntimos.
  Eles tinham tudo para dar certo, já que Mayara, aparentemente, retribuía os sentimentos de Cristian. Porém os pais de Mayara se tornaram grandes obstáculos na história deles, já que eles sempre questionavam e não descansaram enquanto não atrapalharam a vida do casal.
   Mas eles continuam tão apaixonados, que nem o tempo será capaz de apagar esse sentimento, que vai mudar completamente a vida, pelo menos de Cristian...
  Descobri esse livro muito por acaso, e prefiro dizer que foi um presente do destino. Estava numa das edições do Evento da Menina, mediado pela Raffa Fustagno, também autora e criadora de conteúdo no blog e canal A menina que comprava livros.
  Ela convidou o autor do livro, Fábio Abreu, para fazer uma entrevista. E nessa entrevista, ele contou como foi o processo de criação do livro e tudo o que passou para tê-lo publicado.
  Nesse dia, eu percebi o quanto o mercado editorial pode ser cruel com os autores, e o quanto as pessoas podem se aproveitar da boa fé de outras, numa frieza sem tamanho. E essa história, que ele contou com tamanha emoção, conquistou todos os espectadores do dia.
  Na mesma hora, decidi apoiar e baixei o livro dele, que estava gratuito na Amazon no dia em questão, inclusive. Eu baixei o livro em apoio, mas não sabia se ia ler, pois não fazia muito meu gênero literário e tinha vários outros para ler antes (novidade, rsrs).
  Ele acabou ficando lá no kindle... até que veio a quarentena, que aproveitei para ler alguns livros diferentes, incluindo uns novos que baixei.





   Foi quando me lembrei do livro, que estava lá no kindle há um tempo, e resolvi dar uma chance para ele...
   E, gente, eu poderia ter devorado o livro, de tão fluida que foi a leitura. Mas acabei me deixando saborear o livro mais devagar, pois não queria que ele terminasse tão cedo.
  Talvez, se eu tivesse lido logo quando baixei, ele não tivesse me marcado tanto quanto marcou agora, sério.
  Nesse período de isolamento social, estou apreciando as coisas com mais calma, sem me cobrar muito, o que me influenciou para apreciar mais a história de Cristian e Mayara.
  Eles são um casal bem jovem, mas que são a prova de que o primeiro amor é inesquecível. Eles não tem uma paixão adolescente, como os pais de Mayara gostam tanto de alardear; Cristian realmente ama Mayara e vemos isso nitidamente, quando vemos sua reação diante de algumas coisas.
  Os pais de Mayara são super protetores, querem o melhor para a filha, mas também não perguntam o que realmente faria a menina feliz. Na cabeça deles, Cristian só queria se aproveitar da mocinha, que era linda e inteligente, e ficaria perdida e de coração partido, enquanto Cristian saía pela vida, fazendo da menina gato e sapato.

"Mas a vida segue suas próprias regras. Tudo acontece como tem que acontecer e do seu próprio jeito. Queiramos nós ou não, aceitemos ou não, é assim." 


  Mesmo que ele falasse o contrário, os pais de Mayara eram bem cabeça dura e não descansaram enquanto não fizeram os dois terminarem. Mas, se eles realmente se amam, até onde eles iriam com essa separação? Se realmente o destino deles era ficar juntos, quando (e se) se reencontrariam?
  A questão é que o mundo dá muitas e muitas voltas, e Cristian vai descobrir isso de forma bem dura. Cinco anos se passaram desde que Cristian recebeu como resposta de Mayara apenas o silêncio, quando ele pediu para eles continuarem juntos.
  Na cabeça dele, Mayara não o amava, ou não acreditava que ele a amava de verdade, por isso obedeceu aos pais.
  E isso até hoje martiriza o rapaz, que nunca mais foi o mesmo, ainda que tenha saído do Brasil, foi morar e trabalhar na Europa, vivendo outra vida, conhecendo novas pessoas.
  Ele não se perdoa por ter perdido seu grande amor, mas também não fez esforço para voltar e correr atrás.
  No fundo ele tinha medo do que o silêncio dela poderia querer dizer e ele, sem querer confirmar o que pensava, apenas foi deixando o tempo passar.
  Mas, como disse, o mundo dá voltas, e Cristian teria que voltar ao Brasil em algum momento, afinal seus pais ainda moram no Rio, e ele não poderia fazê-los sofrer, por causa de uma dor de cotovelo mal curada.
  Assim, quando ele volta ao Rio, dor é o que resume seu coração, diante de algumas revelações que ele só descobre agora e meio que confirma seu medo de olhar para trás por tantos anos. Isso só faz o coitado sofrer ainda mais, pois tem aquela velha sensação que todos nós já tivemos alguma vez na vida: "e se eu tivesse tomado o outro caminho, como seria nossa vida hoje?".


"Contudo, o destino escreve nossa história onde sequer existem linhas, e o rumo desta narrativa nem sempre é o que desejamos ou esperamos."


  Se martirizando mais ainda pelos questionamentos e a dor, Cristian acaba chegando ao fundo do poço, sem expectativas de saída. Seu mundo acabou ali, e ele não sabe mais o que fazer para se curar. Seu destino é ser infeliz, morrer de amor igual aos romances de época.
  Nessa parte, confesso que fiquei agoniada, pois o Fábio passava a dor de Cristian de uma forma tão verdadeira, que me senti da mesma forma. Foi uma parte lenta, dolorosa e muito ruim, mas que não pude deixar de ler, de tão envolta que estava na história.
  Mas, como dizem, do fundo do poço, só temos saída para cima. Assim, quando ouve os conselhos de sua mãe, e decidido a meio que dar uma despedida ao seu coração partido, para começar uma nova fase, Cristian vê uma oportunidade através de uma viagem, há muito planejada, mas que nunca havia saído do papel.
 Assim, conhecemos Creta, uma ilha grega linda, numa cidade mitológica e que até hoje respira História. Nada melhor para começar uma nova fase em sua história, é o que Cristian pensava. Lá, ele conheceu lugares paradisíacos, inesquecíveis... e também pessoas inesquecíveis...
  A verdade é que, mesmo estando em um novo lugar, como pessoas novas, Cristian ainda era Cristian, o rapaz que perdeu seu grande amor e ainda sofre com isso, independente do país em que esteja.


"Viver uma vida pela metade u indiferente ao mundo e tudo o que temos para aproveitar nele, não é viver de verdade cara."


  Em tudo ele vê Mayara, pensa em como seria sua reação, como seria seu sorriso mais uma vez, ao seu lado. E isso só o faz sofrer mais ainda. Quase arrependido de ter tomado a atitude de viajar, Cristian esbarra no que seria sua saída literal do fundo do poço.
  Um novo amor, uma mulher linda, que mexia com seu coração da mesma forma que mexia quando ele via... Mayara!
  Seria o destino dando uma nova chance ao casal? Seria que Cristian estaria vendo coisas? Aquilo não poderia ser real! Mas talvez seja... E se não for? E agora, o que fazer?
   Esse livro é bem pequeno, mas mexeu comigo em todos os momentos. Pela emoção do autor, eu já imaginava que ele me arrancaria lágrimas, mas não sabia como.
  E descobri com a leitura. Cristian estava tão obcecado pela perda de seu grande amor, que via Mayara em todos os cantos. Quando ele deu de cara com aquela mulher linda, fazendo os mesmos passeios que ele, não haveria outra explicação: era ela, com um visual diferente, mas só podia ser ela.
  Ao mesmo tempo que ficou feliz, bateu o medo. Afinal, se era ela, qual seria sua reação ao falar com ele, depois de tantos anos? Será que o reconheceu? Será que o perdoaria? Será que conversaria com ele?
  E se não for, será que ela vai sair correndo, achando que ele é o tarado estrangeiro? Será que ela vai se aproveitar de situação e lhe enganar de fato? E mais, será que ela é real? Ou é tudo imaginação, de um mundo ideal que Cristian queria que existisse, tamanho seu sofrimento? Se era ela mesmo, ou ilusão de Cristian, temos a dúvida a todo momento.
 Cristian estava remoendo por anos uma dor que ele poderia ter resolvido antes. Isso lhe daria novo ânimo, mesmo que ainda morasse no Rio. Mas ele não fez isso, e só criou uma âncora emocional para carregar com ele.
  E quantas vezes não fizemos isso? Preferimos carregar nossas âncoras, sofrer por tempos, quando poderíamos ter resolvido nossas questões logo cedo? E, quando fazemos isso, nos perguntamos por quê não fizemos logo? Ou mesmo, quando as coisas não saem como planejamos, nos perguntamos como seria nossa vida se tivéssemos tomado o caminho oposto.


"[...] Mesmo os fatos ruins, se tivermos perseverança para continuar a caminhada, algo novo e surpreendente pode surgir logo ali na frente."

"A vida às vezes cria situações que nos coloca em xeque. Sem saber o que fazer."


  Então, Cristian pode muito bem nos representar. E a tal moça misteriosa, nos é apresentada como Alexia. Alexia é uma mulher linda de fato, lembra bastante Mayara, mas ao mesmo tempo, nos deixa dúvidas.

Teu silêncio, minha resposta
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

  Sério, nessa parte, pensei em um triângulo amoroso, pensei que Alexia fosse um nome que Mayara inventou para stalkear Cristian e se vingar dele de alguma forma, pensei em várias situações que já conhecia de romances que li.
  Mas o autor conseguiu, de forma leve, poética e sentimental, me dar um tapa na cara de luva, e me mostrar que este estava longe de ser um romance clichê. Chega a ter um toque de sobrenatural, já que não fala diretamente, mas toca num assunto mais profundo, o de almas gêmeas e sobre como o amor, uma palavra tão pequena e tão subestimada, pode ser tão forte, ao ponto de nos dar chances e chances de sermos felizes, mesmo que não percebamos num primeiro momento, pois estamos presos às nossas âncoras sentimentais.
  Além disso, mostra que esse amor profundo e verdadeiro não precisa ser apenas com outra pessoa, como os contos de fadas gostam de anunciar, mas conosco mesmo, quando aprendemos o poder do perdão. E Cristian descobre isso, de uma maneira desconcertante, ao mesmo tempo cativante, e emocionante demais.
  São tantos questionamentos, que aos poucos nos são respondidos, de uma maneira tão poética, tão profunda, que não tem como não deixar lágrimas caírem.
  Falando sobre o livro em si, ele existe, por várias questões que o autor nos contou no evento, apenas em formato digital. Então, posso falar que a a capa meio que responde o mistério de Cristian, que é também o narrador da nossa história. E posso falar também que a revisão está bem feita e que me dói saber que não existe um exemplar físico dele.


Teu silêncio, minha resposta
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

  O livro é curtinho, mas não se engane, é provável que queira fazer como eu, e saborear por mais tempo a leitura, de tão apaixonadx que vai ficar por essa história. Sério, vai ficar gravada na minha memória, como um dos livros mais emocionantes, e uma das maiores surpresas que tive na minha vida de leitora.


"O amanhã se ergue como um gigante ponto de interrogação, e cabe a nós meros mortais, fazê-lo incrível, único, especial e inesquecível. Afinal, nunca se sabe o que o destino nos reserva ali na frente."


  Somando tudo isso, dou nota máxima ao livro, e super recomendo a leitura, mesmo que ache que não faz seu gênero literário. Eu também achava, e me enganei profundamente, pois não é um livro de romance apenas, é um livro sobre superação, sobre perdão, sobre estar atento aos recados que o destino te dá e às novas chances para seguir em frente. 

 



Quem quiser comprar o livro, ele está disponível através do link abaixo:




   Já tinham lido esse livro? O que acharam da história? Curtem reviravoltas desse tipo? Me contem aí! 😉



24 comentários:

  1. Oi, Hanna como vai? Não conhecia o livro, mas parece uma leitura enriquecedora. Que bom que a leitura tenha lhe agradado profundamente. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciano, realmente foi uma leitura incrível! S2
      Bjks!

      Excluir
  2. tbm nao sou fã desse genero, mas conhecendo por aqui e ainda mais com sua nota máxima fiquei super curiosa pra ler!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois espero que goste Lívia! Vai ter surpreender também, garanto. =)
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Oi Hanna, tudo bem?
    Bom, o livro não é de um gênero que me atraia, mas depois de tudo o que você falou que a leitura despertou em você, fiquei curiosa para conhecer a história.

    Até mais;
    https://hipercriativa.blogspot.com/
    &
    http://universo-invisivel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Helaina, eu recomendo para todos lerem esse livro, pois é uma experiência muito incrível, viu? ^^
      Bjks!

      Excluir
  4. Estou completa e absolutamente emocionado. São 1:24h da madrugada e não sei se consigo dormir depois dessa. Haha Muito obrigado por essa resenha linda e emocional. Me conta o que você achou do pássaro que eu falei no evento haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fábio! Seja bem vindo ao Mundinho e, mais uma vez, obrigada por me apresentar a esse mundo lindo e tocante que você criou. S2 É também emocionante saber o quanto consegui te tocar com minha resenha, assim como você me tocou com esse livro, sério. O pássaro... me deixou de queixo caído, eu não imaginava o que ele queria dizer e fiquei boba com a revelação. É realmente o toque que faltava para ele ser mais emocionante ainda. Nesse momento, confesso que foi uma missão segurar as lágrimas, viu?
      Mias uma vez obrigada e seja bem vindo por aqui sempre. =)

      Excluir
  5. Esse livro é maravilhoso. Um drama com uma pegada de suspense incrível!!!!

    ResponderExcluir
  6. OI Hanna, já fiquei cheia de curiosidade e que saber que é Alexia, qual foi esse tapa na cara de luva que você levou. Quero saber a surpresa que o livro tem e também dar o meu apoio ao autor, mesmo não tendo ouvido a história da dificuldade dele,
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chris, esse livro merece ser lido pelo mundo inteiro, sério! =)
      Bjks!

      Excluir
  7. Oii Hanna, parece ser um livro muito bom já vou deixa aqui para eu lê depois beijos

    Segredosdamarii.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oii Hanna
    Não conhecia o livro mas fiquei com vontade de ler graças a sua resenha, é muito bom quando gostamos de um livro dessa maneira

    Beijinhos
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom, né? Espero que goste também da leitura. S2
      Bjks!

      Excluir
  9. Olá, Hanna.
    Eu não curto muito livros dramáticos assim. Mas fica dificil não querer ler o livro ao ver sua empolgação com ele. Tanto que já coloquei no meu KU hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sil, eu também achei que não ia curtir, mas depois fui é me apaixonando pela leitura. Quando vi, já tinha terminado. S2
      Espero que curta a leitura, tanto quanto eu. ^^
      Bjks!

      Excluir
  10. Não conhecia esse livro e nem sou tão fã assim do gênero, mas olha, conseguiu me deixar curiosa com essa leitura. Já quero ler!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  11. Amei o nome desse livro, e depois de ler a sua resenha, amei ele todo. Doida para poder ler! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que seja tão emocionante para você, assim como foi para mim. S2
      Bjks!

      Excluir
  12. Segunda resenha super positiva que leio desse título e fiquei aínda mais ansiosa para ler. Logo o farei!
    Amei demais a resenha!
    Beijos.
    www.lewestinblog.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo