Resumo das leituras de outono 2019

em 27 junho 2019

   Olá meu povo, como estamos? Semana passada começou o tão esperado (pelo meno por mim, rsrs) inverno. Dias mais frios, pra gente ficar debaixo do cobertor, vendo filmes, séries ou lendo um bom livro, não tem nada melhor. 💓
   E, como já é costume aqui no Mundinho desde o ano passado, temos também o resumo das leituras da estação anterior. Então vamos saber tudo o que li durante o outono.


Resumo das leituras de outono




8. Angellore - A divina conspiração: Essência

Autora: Gabi Ruas

Páginas: 392

Formato: Impresso

Projeto: #leiamulheres



Angellore: Essência
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Enigmas. Monstros. Escuridão. Nas últimas semanas, essas palavras se tornaram parte da realidade de Sophie, principalmente após ter ficado frente a frente com a morte. Apesar disso, ela tenta seguir sua rotina, dividindo o tempo entre o emprego numa livraria, a faculdade e Nicolae, o misterioso colega de curso que subitamente entrou em sua vida.Uma sucessão de novos acontecimentos, porém, muda de vez os rumos de seu destino: o rapaz desaparece, sonhos e visões passam a inquietar suas noites, e, para agravar ainda mais a situação, os khaos voltam a caçá-la, agora mais implacáveis.Olívia, por sua vez, finalmente está perto de desvendar a grande incógnita que cerca os crimes investigados ao longo de sua carreira. Com ajuda de um misterioso angellore e de Daniel, seu parceiro no departamento, ela reúne informações valiosas sobre os casos, mas sua missão está apenas começando: ainda resta revelar a identidade do assassino e impedi-lo de transformar Sophie em mais uma vítima.Com a ocorrência de um novo assassinato, os envolvidos nessa teia obscura terão de evitar que os planos dos lordes da escuridão se consolidem, e, para isso, Sophie deve descobrir qual é o segredo guardado em sua alma e de que forma ele pode afetar céu, inferno e Äelysio.

Resenha aqui


9. Os assassinos do cartão postal 

Autores: James Patterson e Liza Marklund

Páginas: 304

Formato: Impresso

Projeto: Desencalhando da estante/#12livrospara2019


Os assassinos do cartão postal
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Uma viagem para conhecer as mais belas cidades da Europa é o sonho de qualquer pessoa. Porém, o detetive da NYPD Jacob Kanon não está interessado nos pontos turísticos. Após receber a notícia do brutal assassinato de sua filha e namorado, mortos em Roma, Kanon viaja para o Velho Continente para tentar juntar pistas sobre o crime que mudou sua vida. E a onda de assassinatos está só começando: jovens casais são encontrados mortos em Paris, Copenhague, Berlim e Estolcomo.
Os crimes parecem não estar conectados, com exceção de um cartão-postal enviado para o jornal local da cidade de cada nova vítima. Quando a repórter sueca Dessie Larsson recebe um postal, Kanon junta forças com a jornalista e partem para o novo destino para tentar capturar o serial killer.
Os crimes parecem não estar conectados, com exceção de um cartão-postal enviado para o jornal local da cidade de cada nova vítima. Quando a repórter sueca Dessie Larsson recebe um postal, Kanon junta forças com a jornalista e partem para o novo destino para tentar capturar o serial killer.

Resenha aqui



10. Em outra vida, talvez?

Autora:  Taylor Jenkins Reid

Páginas: 322

Formato: Impresso

Projeto: #leiamulheres/Desencalhando da estante


Em outra vida, talvez?
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


Hannah está perdida. Aos 29 anos, ainda não decidiu que rumo dar à sua vida. Depois de uma decepção amorosa, ela volta para Los Angeles, sua cidade natal, pois acha que, com o apoio de Gabby, sua melhor amiga, finalmente vai conseguir colocar a vida nos trilhos. Para comemorar a mudança, nada melhor do que reunir velhos amigos num bar. E lá Hannah reencontra Ethan, seu ex-namorado da adolescência. No fim da noite, tanto ele quanto Gabby lhe oferecem carona. Será que é melhor ir embora com a amiga? Ou ficar até mais tarde com Ethan e aproveitar o restante da noite? Em realidades alternativas, Hannah vive as duas decisões. E, no desenrolar desses universos paralelos, sua vida segue rumos completamente diferentes. Será que tudo o que vivemos está predestinado a acontecer? O quanto disso é apenas sorte? E, o mais importante: será que almas gêmeas realmente existem? Hannah acredita que sim. E, nos dois mundos, ela acha que encontrou a sua.

Resenha aqui


11. Enders

Autora:  Lissa Price

Páginas: 283

Formato: Impresso

Projeto: #leiamulheres


Enders
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


Depois que a Prime Destinations foi demolida, Callie pensou que teria paz para viver ao lado do irmão, Tyler, e do amigo, Michael. O banco de corpos foi destruído para sempre, e Callie nunca mais terá de alugar-se para os abomináveis Enders. No entanto, ela e Michael têm o chip implantado no cérebro e podem ser controlados. Além disso, o Velho ainda se comunica com Callie. O pesadelo não terminou.Agora, Callie procura uma maneira de remover o chip – isso pode custar sua vida, mas vai silenciar a voz que fala em sua mente. Se continuar sob o domínio dos Enders, Callie estará constantemente sujeita a fazer o que não quer, inclusive contra as pessoas que mais ama.Callie tem pouco tempo. Obstinada por descobrir quem é de fato o Velho e desejando, mais que tudo, uma vida normal para si e para o irmão, ela vai lutar pela verdade. Custe o que custar.

Resenha aqui


12. Assassin's Creed - Submundo

Autor: Oliver Bowden

Páginas: 364

Formato: Ebook

Projeto: Desencalhando da Estante/#12livrospara2019


Assassin's Creed - Submundo
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

Na Londres de 1862, a cidade sente os efeitos da Revolução Industrial e a primeira estrada de ferro subterrânea começa a ser construída. A descoberta de um corpo nas escavações deflagra o início de um dos mais letais capítulos na contenda entre Templários e Assassinos. Trabalhando disfarçado, um Assassino com segredos obscuros e uma missão para derrotar o quartel-general dos Templários. Logo ele será conhecido como Henry Green, mentor de Jacob e Evie Frye. Por enquanto ele é apenas O Fantasma.

Resenha aqui


13. Uma dobra no tempo

Autora:  Madeleine L'Engle

Páginas: 212

Formato: Impresso

Projeto: #leiamulheres/Desencalhando da estante


Uma dobra no tempo
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

Um clássico da fantasia e da ficção científica emerge!Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.“Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim.”O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente... Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço. Uma dobra no tempo é uma aventura clássica, que serviu de inspiração para os mestres da fantasia e da ficção científica do mundo, agora adaptada para os cinemas pela Disney. Junte-se à família Murray nesta jornada, entre criaturas fantásticas e novos mundos jamais imaginados.

Resenha aqui



14. Heroínas

Autoras:  Laura Conrado, Pam Gonçalves e Ray Tavares

Páginas: 247

Formato: Impresso

Projeto: #leiamulheres/Desencalhando da estante


Heroínas
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna




Não faltam heróis. Dos clássicos às histórias contemporâneas os meninos e homens estão por todo lugar. Empunhando espadas, usando varinhas mágicas, atirando flechas ou duelando com sabres de luz. Mas os tempos mudam e já está mais do que na hora de as histórias mudarem também. Com discussões feministas cada vez mais empoderadas e potentes, meninas e mulheres exigem e precisam de algo que sempre foi entregue aos meninos de bandeja: se enxergar naquilo que consomem.Este é o livro de um tempo novo, um tempo que exige que as mulheres ocupem todos os espaços, incluindo a literatura.Laura Conrado imaginou as Três mosqueteiras como veterinárias de uma ONG, que de repente contam com a ajuda de uma estudante que não hesita em levantar seu escudo para defender os animais.A Távola Redonda de Pam Gonçalves é liderada por Marina, que diante do sumiço do dinheiro que os alunos de sua escola pública arrecadaram para a formatura, desembainha a espada e reúne um grupo de meninas para garantirem a festa que planejaram.E Roberta é a Robin Hood de Ray Tavares. Indignada com a situação da comunidade em que vive, a garota usa sua habilidade como hacker para corrigir algumas injustiças.Este é um livro no qual as meninas salvam o dia. No qual elas são o que são todos os dias na vida real: heroínas. Finalmente.


Resenha aqui


15. Treze

Autora:  F.M.L. Pepper

Páginas: 406

Formato: Ebook

Projeto: #leiamulheres/#12livrospara2019



Treze
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Às vésperas de cometer o maior golpe de sua vida, a céticaRebeca vai a um parque de diversões decadente e se depara com uma enigmática cartomante que, contra a sua vontade, faz uma série de previsões bizarras sobre seu futuro. Para seu desespero, todas as nefastas previsões viriam a se concretizar e a arremessariam em um furacão de perdas e de derrotas. Quando sua vida chega ao fundo do poço, circunstâncias inesperadas lhe dão a chance de um recomeço e, querendo ou não, agora Rebeca não pode desprezar a última e mais perturbadora previsão da vidente: o número TREZE, ou melhor, o décimo terceiro namorado seria o homem que traria sua salvação. Longe dele, sua existência seria apenas caos e ruína. O que Rebeca jamais poderia imaginar, no entanto, é a que a cartomante camuflaria o predestinado atrás de charadas. Dois rapazes surgem em seu caminho e se encaixam perfeitamente nas pistas, mas apenas um deles será o grande amor da sua vida. É chegada a hora de decifrar o enigma do coração ou arriscar perder tudo para sempre.

Resenha aqui


16. A guerra que salvou minha vida

Autora:  Kimberly Brubaker Bradley

Páginas: 240

Formato: Impresso

Projeto: #leiamulheres



A guerra que salvou minha vida
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.

Resenha aqui



   Surpreendentemente, nesta estação li pouquíssimos livros digitais. Acho que nunca aconteceu um quadro como o desse outono, normalmente empata ou os livros digitais vencem. Mas isso é uma coisa boa, pois embora não tenha lido tantos livros, foram livros grandes, e quer dizer também que o projeto Desencalhando da estante tem gerado resultados satisfatórios. 💓
   Aqui está o resultado total de nosso paginômetro da estação.


Leituras de outono 2019


   Vocês leram muitos livros no outono? Foram mais livros impressos ou digitais? Me contem aí! E, se quiserem conferir as leituras da estação anterior, aqui estão minhas leituras de verão.



16 comentários:

  1. adoro esse post com o resumo das suas ultimas leituras, teve bastante coisa bacana

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gosta desse tipo de post Livia! ^^
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Oi Hanna
    Quantas leituras nessa estação 😍
    Dessas eu só li "A guerra que salvou a minha vida " .Quero ler "Em outra vida, talvez " e "Treze
    Beijão


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me surpreendi também Babi, =)
      O que achou dos livros que lemos em comum? Bjks!

      Excluir
  3. Oi Hanna!
    Starters e Os assassinos do cartão postal estão aqui na minha estante esperando eu pegá-los para ler, rs
    É tão linda essa edição de A guerra que salvou minha vida, quero ler tbm!
    Bjs
    A Colecionadora de Histórias - Blog -> Tá rolando SORTEIO DE LIVROS p/ 5 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber disso Carol! Super indico 'A guerra que salvou minha vida' e 'Staters'. ^^
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Gostei das suas leituras, deu pra ver que foi bem produtivo por aí.
    A guerra que salvou a minha vida se tornou o meu livro favorito da editora <3 Ada é uma personagem cativante! Também amei Uma dobra no tempo !! Só não curti muito a leitura de 13, infelizmente não fluiu por aqui

    Beijos

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério que você não gostou de '13'? Eu, ao contrário de você, me surpreendi bastante com essa leitura. Bjks!

      Excluir
  5. Olá!
    Quantas leituras hein.. amei e foram bem diversificadas rs'
    eu ando uma negação para a leitura, mas ando gostando dos títulos que escolho. Da sua lista quero muito ler "Em outra vida talvez?" adoro essa capa super fofa e a trama me deixa bem interessada, adoro um chick-lit e tem tempo que não leio um. Também tenho vontade de ler "A guerra que salvou a minha vida" mesmo não lendo muitos livros de guerra, esse livro está na minha lista de desejados. Que o próximo mês seja ainda mais produtivo! Boa leitura!

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, foram bem diversificadas mesmo, viu? S2
      Super indico a leitura de 'Em outra vida, talvez?' e 'A guerra que salvou minha vida'. Tenho certeza de que vai amar. ^^
      Bjks!

      Excluir
  6. Não costumo dividir minhas leituras em estações do ano, geralmente avalio mês a mês, acho mais fácil de acompanhar. Para esse ano eu também coloquei focar nos livros mais antigos da minha estante e estou feliz por estar conseguindo. Tento revezar minhas leituras em nacionais e estrangeiros e por coincidência ou não a minha estante é composta mais por autoras do que autores kkkk então acabo fazendo parte do #leiamulheres
    Gostei da ideia de contar as páginas lidas kkkk vou fazer isso agora, valeu a ideia.
    Enfim parabéns pelas leituras e valeu pelas dicas!!!

    ResponderExcluir
  7. Quantas leituras boas e achei interessante a forma como você dividiu suas leituras por estação do ano. Eu confesso que não conseguiria fazer isso hahaha. Desses que você citou ainda não li nenhum, mas sou louca para ler "a guerra que salvou a minha vida" <3 parece incrível!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  8. Oi Hannah.
    Ainda não tinha lido post com resumo de leituras separados por estação do ano. Achei bem criativo. Também estou lendo vários livros antigos na minha estante e estou adorando as leituras. Anotei algumas dicas literárias sua na minha lista de desejado. Parabéns pelas leituras.

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bom?
    Primeira vez que vejo um post de leituras separado por estação e simplesmente adorei! Dos livros que você leu no outono eu só li - e me apaixonei - por A guerra que salvou minha vida. Mal posso esperar para conferir a continuação!
    Quanto aos demais,quero muito conferir 13 e Os assassinos do cartão postal. Já vou ir conferir suas resenhas. Te desejo leituras maravilhosas no inverno ♥♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Hanna,
    Caraca quanta leitura haha, esse ano estou bem lenta nas leituras, sem a cobrança das editoras estou lendo com mais calma e às vezes nem leio! da sua lista conheço alguns, Treze e A guerra que salvou a minha vida são dois livros lindos e que gosto muito, Uma dobra no tempo conseguiu me cativar, mas confesso que quando li pela primeira vez me senti bem burrinha hahahaha.

    Beijokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelly, eu não tenho parcerias com editoras ainda (espero conseguir um dia, rs), mas ainda assim me enrolo um bocado também com as leitruas, rsrs.
      Eu achei bem legal que 'Uma dobra no tempo' explica as coisas literalmente desenhando. Acho que me sentiria burrinha lendo sobre tantas dimensões sem desenhos... rs
      Bjks!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo