Resenha do livro Onde habitam as trevas

em 14 junho 2018

   Olá meu povo, como estamos? Hoje temos resenha aqui no Mundinho e trago mais uma leitura "brazuca", os contos de Ge Benjamin, Onde habitam as trevas. Vem ver! 😉

Onde habitam as trevas
Divulgação




25/30

Livro: Onde habitam as trevas - Contos obscuros

Autora: Ge Benjamim

Editora: Skull

Ano: 2018

Páginas: 36

Adicionar ao Skoob



A luz que há em nós é tomada pelas trevas e o que nos resta é perturbador. O medo e a escuridão tomam conta, a medida que os monstros se espreitam nos cantos mais obscuros a nossa volta. Tomados pela sede de destruição, eles aguardam ansiosamente pela oportunidade de nos pegar. Cuidado! Não deixe a luz apagada, pois, o momento é agora e você encontrará o pior onde habitam as trevas.


   'Onde habitam as trevas' é uma série de contos de terror, daqueles que vão te lembrar alguns filmes que fizeram sucesso nas telonas, lendas urbanas e afins... mas que de uma forma você tinha esquecido.
    Cada conto é narrado em terceira pessoa, contando os "causos" de um personagem diferente. Então sim, você pode ler sem seguir a ordem dos capítulos (rsrsrs). Eu gostei bastante da organização da autora, a escrita dela é bem fluida e, apesar morrer de medo de fantasmas, consegui ler de boas e bem rápido (durante o dia, claro!).
    São casos que começam como quem não quer nada, uma cotidiano de uma pessoa... de repente, você se assusta no meio do texto, com algo muito esquisito...
    Acho que o que mais me chamou atenção foi o da mulher grávida. Ele foi o que mais me lembrou Edgar Alan Poe (que já seria mais horror e não terror). Foi o que mais mexeu com minha cabeça e não vou falar mais dele, para não ter o risco de dar spoiler...
   A Ge conseguiu me manter grudada no livro, mesmo morrendo de medo dos personagens. Pois temos tanto aparições quanto pessoas vivas... e cá entre nós, fiquei foi com mais medo dos vivos, viu? Eu sei que o ser humano pode ser mau quando quer, mas a gente nunca se lembra disso, até ler alguma notícia ou, no caso, um conto... Sei que tudo é ficção por aqui, mas é algo que é capaz de sair no jornal qualquer dia, o que me deixa mais assustada com a capacidade de algumas pessoas, sabe? E, como é volume 1, podemos esperar mais horrores no próximo trabalho da autora...
    Por ser uma edição especial para blogs parceiros, peguei a versão em pdf. Então, a capa chama bastante atenção e seria um dos livros que me atrairiam e eu compraria só de olhar para ela. Além disso, a obra está bem organizada, com capítulos bem divididos e a autora deu um fechamento para cada conto, o que é bom, pois sabemos que todos tem um desfecho, ainda que assustador...
 

Onde habitam as trevas
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


    Além disso, a fonte é legível e a revisão bem feita. Gostei bastante e super recomendo! Infelizmente não posso falar muito mais, já que são contos, mais curtos e, se falar mais, acabo falando coisa que não deveria (rsrsrs). Mas posso dizer que dou nota máxima para o livro, que foi lançado em 25/05, pela Skull Editora. Se vocês ficaram curiosos, podem clicar na loja da editora e adquirir o livro. Garanto que irão curtir bastante a leitura também. 😉



    Se vocês quiserem saber um pouco mais sobre a autora Ge Benjamin, podem seguir o perfil dela no Instagram e ficar ligados nas novidades e promoções na fanpage.  
    Ela também é autora de duas antologias:


Zodíaco
Divulgação


12 signos
12 personalidades.
12 monstros.
Não sabemos o que o destino nos reserva, nem escolhemos o que carregar em nosso interior. Nascemos predestinados ao futuro e a maldade que reina foi determinada pelos astros, pois o Zodíaco quis assim e assim será.
Os astros podem revelar muito sobre cada um, até mesmo seu lado mais obscuro. Cuidado, nunca se sabe o que o espera!
 “E se parte de quem somos sofre influência dos astros? E se essa influência for escura, demoníaca? Conseguiremos ser mais fortes e sobrepujá-la? Ge Benjamim juntou um grupo eclético de escritores para dar vida ao lado obscuro do zodíaco nas páginas desta antologia macabra. Sugiro que deixe as luzes acesas na hora de dormir.”
— Claudia Lemes, autora de Eu Vejo Kate, Um Martíni com o Diabo e Santa Adrenalina.

Contos:
Horóscopo de Sangue - Mya Nissato
O Jogo de Áries - Rodrigo Ortiz Vinholo
A Previsão da Morte – Vivianne Sophie
A Casa da Colina – Susana Silva
O Gene do Mal -  Raquel Machado
Noite Traiçoeira – Renata Christiny
Amigas para Sempre – Tatiane Durães
Henry, o Carniceiro -  Geana Krause
O Rei da Selva – Joyce Santalme
O Contrato de Leão – Vittória Brasil
A Casa de Número 74 – Tiago Menezes
Assepsia – Soraya Auchaim
Fome de Perfeição – Marcelo Brinker
Balança Desequilibrada – Lorhan Rocha
Até que a morte nos separe? – C. B. Kaihatsu
Revanche – Jeane Tertuliano
Mais uma noite sem amar – Géssica Marques
O arrependido – Walter Niyama
A quinta cláusula – Alan Soares
O Lado caliginoso do décimo signo – Renata Maggessi
Albulaan – João Marciano Nt
Um dia qualquer... – Ítalo A. Braga
O Horóscopo – Sérgio Mattos
Não olhe para trás a meia noite – Ge Benjamim
A balada das memórias perdidas – Henrique de Micco

   Prefácio especial da escritora Claudia Lemes, posfácio da escritora Marciele Goetzke.
   A obra tem ilustrações exclusivas para cada conto e a pré venda vai até 18/06.




Quando a escuridão bate à porta
Divulgação


Quando as pedras no caminho impedem a travessia e as sombras da depressão engolem as almas atormentadas, resta apenas o desespero dos inocentes e o verdadeiro filme de terror se inicia.
As feridas abertas causam dores insuportáveis, deixando somente lágrimas e, no fim, a sombra da morte encerra toda a luz interior. Na coletânea de contos “Quando a escuridão bate à porta”, cada escritor expressa bem estes sentimentos com personagens instigantes à espera de alguém para levá-los a um banho de sol.

Contos:
1 – A garota que perdeu sua essência – Rodrigo Ortiz Vinholo;
2 – No limiar do abismo – Gislaine Oliveira;
3 – Permita-se – Rodrigo Fonseca;
4 – A nuvem – L.L. Alves;
5 – Desabafo de uma depressão – Evelyn Monique;
6 – Meu segredo – Geana Krause;
7 – Doença da alma – Pollyanna M.;
8 – O peso das nuvens – Lucas Hargreaves;
9 – Casulo – Janaína Flores;
10 – Cálida escuridão – Vivianne Sophie;
11 – Demetrius – Humberto Assumpção;
12 – As marcas no calendário – Rodrigo Ortiz Vinholo;
13 – O jardim das ervas daninhas – Débora S. Mattana;
14 – Luz no fim do túnel – Viviane Dutra;
15 – O espaço que o vazio ocupa – Glau Kemp;
16 – No limite de cada um – Denize Ribeiro;
17 – Lembranças – Judie Castilho;
18 – Relato de um vazio – Camila Lobo;
19 – Quero ver o sol – Mell Ferrarez;
20 – Quando se encontra a luz – Ge Benjamim.

  O prefácio da obra foi feito pelo escritor Lorhan Rocha.
  Escritores convidados: Geana Krause, L. L. Alves, Vivianne Sophie, Judie Castilho e Glau Kemp.
  Ele pode ser adquirido aqui.

   E aí, o que acharam? Me contem aí! 
   Até mais! 




 

5 comentários:

  1. Gostei do fato dos contos terem um desfecho, pois eu detesto finais em aberto, kkkkkk. Além disso, achei bacana não precisar seguir os contos em ordem.
    Fiquei muito interessada em "Quando a Escuridão Bate á Porta".
    Amei a resenha. Beijo!
    Blog Apenas Leite e Pimenta ♥
    [SORTEIO NO INSTA]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Leslie! =) Depois de ler 'Quando a escuridão bate à porta', me fala se gostou. Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Oi, Hanna!

    Não conhecia a autora, mas terror é comigo mesmo, então sem dúvidas já fiquei doida pra conferir o livro e as suas demais antologias que também parecem ser ótimas!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Fico feliz que tenha gostado Carol! Bjks e obrigada pela visita! =)

      Excluir
  3. Que resenha maravilhosa! Obrigada pela oportunidade de ler meu trabalho. Fico muito feliz que tenha gostado. ❤️ espero que os leitores possam gostar tanto quanto tu.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo