22 junho 2017

Um bom lugar para ler um livro: Santa Teresa

   Olá meu povo, como estamos? E hoje, depois de tanto tempo (tan tan taaaaaannnnnn) estou de volta com o quadro #Um bom lugar para ler um livro. 😁



   E... para comemorar o retorno, vim falar sobre um lugar que fica tão perto e ao mesmo tempo tão longe, devido ao tempo que levei para ir até lá: Santa Teresa. Vem ver!

   Então, eu disse que ficava tão perto e tão longe porque foi um martírio conseguir ir lá em cima... Primeiro de tudo, eu sempre tive muita vontade de conhecer Santa Teresa, por causa da Escadaria Selarón e por causa do Parque das Ruínas, que tem cenários lindíssimos! 😍
  Mas mesmo sendo relativamente perto e fácil chegar lá (basta pegar o metrô e saltar na estação da Cinelândia, no Centro do Rio de Janeiro), demorei séculos para conseguir chegar até lá... Isso porque TODA VEZ que marcava pra chegar lá, acontecia alguma coisa (falta de grana para pagar a passagem, minha companhia furava e até preguiça falou mais alto!) e eu nunca conseguia realizar meu sonho...
  E calhou de domingo passado, por acaso com meu amigo de aventuras Erik, decidirmos ir no Parque das Ruínas, pois ele sempre quis ir lá também e o destino sempre conspirava contra... (rsrsrs)
  Bom, para chegar lá não foi difícil... Estávamos em outro evento na Praça Mauá e de lá pegamos um Uber que nos deixou na porta do Parque das Ruínas. Sim, você tem várias opções para chegar lá em cima. Uma é o Uber (ou táxi, como preferir) que é mais cômodo e te deixa na porta; pode ser também de metrô e solta na estação da Cinelândia. Depois basta subir pela Escadaria Selarón (que rende várias fotos lindas) ou, ainda, pela estação dos bondes, que te deixa em certo ponto da ladeira e você tem que ter força nas pernas para subir (não é exagero! As ruas são pavimentadas, mas muito íngremes).
 Chegando lá no alto do morro, você tem duas opções de visita: o Museu Chácara do Céu e o Parque das Ruínas.


1. Museu Chácara do Céu



   O museu Chácara do Céu reúne as obras da coleção de Raymundo de Castro Maya, um cara que gostava muito de arte e tinha uns gostos bem refinados. E tem de tudo: quadros, esculturas, fotografias, tapeçaria... é uma coleção bem bonita e que vale a pena chegar lá para visitar. 
  A entrada custa R$6,00 (inteira) e fica aberto de quarta a segunda (terça não funciona), de 12:00 às 17:00. 






Essa é uma parte da prataria da casa... repara nos detalhes... 


Como deu para notar, toda a prataria e a louça tem as iniciais do sobrenome dele... 

   
    Ainda circulando pela casa, deu para entrar na biblioteca, que é lindíssima também...


Como podem ver, para toda parede que se olhe tem estantes e mais estantes... 😍



Nem preciso dizer o quanto fiquei louca quando vi tudo aquilo tão conservado, se pudesse levava tudo pra casa...



E, mesmo sem sair da biblioteca, temos uma vista parcial da cidade... olha o que consegui com o dia lindo... 












Porque somos duas crianças e não resistimos e tirar foto fazendo carte dentro do museu... 


   Além da parte de dentro do museu, podemos aproveitar a parte do jardim, que é um sonho... tem estradinha de pedras, laguinho com carpas, cenários lindos e uma vista espetacular do Centro... 😍





Essa é parte da vista que tive pela janela da biblioteca... 




Essa é a outra parte da vista...




   
2. Parque das Ruínas


   
   O Parque das Ruínas é vizinho ao Museu Chácara do Céu e tem entrada gratuita. Muita gente se amarra em ir lá, por causa do cenário lindo para fotos... Então, obviamente que tem sempre gente fazendo book ali... (rsrsrs)
  Aliás, por causa disso, o Parque das Ruínas tem um lance bem legal... basta você enviar um email marcando data e hora que deseja fazer o seu book, que o parque reserva o espaço para você e se equipamento... 😌
  Mas como o meu não foi "profissa", estava lá de visita mesmo (rsrsrs), deu para tirar várias fotos junto com meu amigo, disputando o espaço com vários turistas que, assim como nós, se maravilhavam com a vista linda da cidade... ainda mais no pôr-do-sol... 





Quem disse que não posso bancar a modelo por um dia... 








Eu sei que é cliché, mas como resistir a um pôr-do-sol lindo com esse?!

      Para quem quiser ir lá, a entrada é 0800 e funciona de terça a domingo, de 08:00 às 18:00. Além do parque e da vista linda, tem uma agenda cultural, que vale muito a pena conferir. No domingo mesmo que fomos, tinha um show de Jazz começando...
   Ao voltar, preferimos ir a pé de volta até o metrô, então acabamos passando pela Escadaria Selarón... Para quem não conhece, a escadaria é suuuuuper famosa, por causa dos ladrilhos usados para decorá-la. Ela é ponto de parada para muitos turistas que passam entre a Lapa e Santa Teresa (a escadaria fica entre os dois bairros!). Ela tem esse nome por causa do artista Jorge Selarón, que revitalizou a escadaria (ela tem 250 degraus!) e a decorou com ladrilhos de um jeito único, usando azulejos de diversos países. Ou seja, você pode "viajar pelo mundo" enquanto passa pelos degraus famosos... 😍 



   E esse foi o meu passeio durante o feriado! 😊 Espero que tenham gostado do post e até mais! 












4 comentários :

  1. Ahhh, acho que iria surtar igual você na biblioteca! Hahaha Amei as fotos e amei o lugar, Hanna... Quando eu for ao RJ quero visitar 😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode vir Tati! Se vc se encantou só com esse museu espera até ver os outros que temos por aqui! =)
      Bjks!

      Excluir
  2. Com muito carinho quero dizer que seu Blog é meu indicado ao Prêmio Mystery Blogger Award!!! Obrigada por sempre me inspirar com suas publicações. http://wp.me/p7Vikr-y2

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Agora deixe uma blogueira feliz, comente, compartilhe e seja sempre bem vindo no Mundinho da Hanna! =)