3%

em 20 julho 2019

   Olá meu povo, como estamos? Hoje temos no quadro Amantes das séries uma produção 'brazuca" que ganhou meu coração, atenção e muitos emoções. Estou falando de 3%, uma série disponível no Netflix, e que está na boca, literalmente, do mundo inteiro. 


3%
Foto: Divulgação







Em um futuro pós-apocalíptico não muito distante, o planeta é um lugar devastado. O Continente é uma região do Brasil miserável, decadente e escassa de recursos. Aos 20 anos de idade, todo cidadão recebe a chance de passar pelo Processo, uma rigorosa seleção de provas físicas, morais e psicológicas que oferece a chance de ascender ao Mar Alto, uma região onde tudo é abundante e as oportunidades de vida são extensas. Entretanto, somente 3% dos inscritos chegarão até lá. 

    Num futuro não muito distante, nem mesmo toda a tecnologia e ideias sustentáveis conseguiram vencer todos os poderosos em busca de progresso. O resultado foi um planeta cada vez mais decadente e populações inteiras morrendo de fome e em guerra por mais um pouco de água potável.
   A solução foi construir um local onde toda a tecnologia salvasse o planeta, em vez de destruir cada vez mais. Lá não há guerras, não há pobreza, até porque não há dinheiro e tudo é de todos.
   Um lugar assim só pode ser uma utopia, né? Mas no futuro existe e se chama Mar Alto. Todos tem direito de tentar ir para lá, mas apenas os jovens com 20 anos passam pelo Processo. Todo ano os jovens passam por provas super difíceis e precisam de um psicológico, força física e muita força de vontade para serem aprovados. Os escolhidos são reduzidos a 3% da população que conseguiu um futuro melhor, enquanto os outros 97% voltam para a sarjeta, esperando apenas a morte chegar.
   Falando assim, parece até que estou falando de uma obra super tecnológica, produzida lá na Europa, ou mesmo Estados Unidos, mas na realidade ela é bem brasileira e muito me surpreendeu. Eu sempre via no catálogo da Netflix, mas como já estava na capa da terceira temporada, confesso que não reconheci a atriz e julgava que fosse estrangeira mesmo. Sempre dizia que ia assistir, mas deixava para depois, já que sempre colocava outra coisa na frente. Até que um dia, zapeando pelos canais da vida, me deparei com um comercial, dizendo que as filmagens da aclamada série 3% eram feitas no campus da USP.


3%
Foto: Divulgação



   Isso me fez lembras da bendita lá no catálogo e tratei logo de conferir... E minha gente, me pergunto como não comecei a ver antes isso! Sério, é viciante! Logo de início, me lembrou alguns filmes como Elysium e até mesmo as provas me fizeram relembrar cenas de Jogos Vorazes, em especial com as jogadas políticas.
   Sim, Mar Alto é o sonho de muitos jovens, mas também é terra de muitos segredos, em especial sobre o Casal Fundador. O Casal deixou uma herança de que no Mar Alto não há preconceitos, tanto que não há cotas, não há privilégios para ricos ou pobres, até porque esse títulos já não existem desde que o dinheiro deixou de ter valor e as pessoas usam como moeda de troca água limpa e roupas. Mas apesar de não haver preconceitos, existe uma seleção para chegar até lá. Todo jovem de 20 anos tem o direito de passar pelo Processo e, se aprovado, tem sua vida ganha lá no Mar Alto, já que o Continente se resume a uma terra de ninguém. Nesse futuro, tudo já está tão devastado, que para vocês terem uma ideia, o Continente e o Mar Alto ficam na região onde hoje está a Floresta Amazônica! Digamos que com o avanço do desmatamento por lá, um cenário desértico como o mostrado na série não está muito longe de ser real... 😞



3%
Foto: Divulgação

   Lá no Mar Alto, tudo é possível, pessoas não ficam mais doentes, a expectativa de vida é bem mais longa e só trabalha mesmo quem quer, pois toda a comida e toda a água, roupas e afins são distribuídos para todos e as pessoas não precisam de dinheiro par nada. Os que trabalham costumam ficar no conselho, que são os mais velhos e primeiros candidatos a esse processo, ou o povo da segurança e da saúde.
   E é exatamente na segurança e no conselho do Mar Alto que estão todos os segredos por trás da fundação de um lugar tão lindo, tão sonhado e tão impossível de chegar, já que apenas 3% da população consegue tal direito.
   E são esses segredos que vão nos sendo revelados e medida que os infiltrados da Causa entram no Processo. A Causa é um grupo rebelde, liderado por um homem que chama a si mesmo de O Velho. Ele sempre consegue convencer jovens que estão para entrar no Processo para derrubar esse sistema, pois eles defendem que tudo o que existe no Mar Alto era para ser de todos, e não apenas de 3% de felizardos.
   Os que entram lá, ou desistem da missão, ou apenas começam a fazer o jogo que percebem ser muito maior que apenas criar guerra com o conselho. O Mar Alto foi construído há pouco mais de 100 anos e apenas o mais velhos, que eram jovens ou filhos dos adultos que viviam naquela época, sabem como o Continente está como está hoje em dia. Alguns se convencem de que é assim mesmo, é só seguir o sistema que está tudo certo. Mas os que lideram a Causa sabem exatamente o porquê de estarem em busca da derrota iminente do Mar Alto, que sempre vence por pura maldade disfarçada de "estamos protegendo o planeta".



3%
Foto: Divulgação

   A cada temporada entendemos e começamos a ficar confusos, pois ora fico a favor do Mar Alto, ora quero que o Mar Alto acabe logo e consertem a besteira que fizeram. Todos são egoístas e apenas 3% passam no processo. E esse processo mexe com a cabeça de todos. É nele que vemos quem realmente são as pessoas e o que são capazes de fazer para passarem e se salvarem. E são essas pessoas que estão por trás de segurança hoje em dia. Então imagina como é o povo do Mar Alto, porém passam a ideia de paz, esperança e salvação para novos candidatos tentarem entrar no ano seguinte...
  Ninguém é o que parece ser nessa série, todos mentem, todos machucam, todos são maus em algum momento, mesmo que sejam os mocinhos da história. E isso muito me surpreendeu. O Mar Alto não é um lugar de felicidade, é um lugar de mentiras, que já nos são mostradas logo nos primeiros minutos do primeiro episódio, mas a curiosidade de saber como tudo aconteceu fala mais alto e acabei devorando duas temporadas inteiras e agora estou quase na metade da terceira.
  Os núcleos tem atores incríveis, muitos conhecidos de novelas e até de Malhação, a porta de entrada para muitos artistas. Além disso, apesar de passar num futuro e com uma tecnologia super avançada, a equipe teve uma sacada incrível e não precisou fazer muito esforço para montar as cenas. Já que se passa num futuro onde o mundo praticamente acabou e a tecnologia é escassa, pouco é necessário para se mostrar que estamos num futuro. Daqui a 100 anos não se usam roupas prateadas ou carros voadores, a miséria é tanta que as pessoas andam a pé mesmo e no máximo o povo do Mar Alto usa drones e se comunicam por Skype (numa versão mais bonitinha e que não trava, claro).  E as roupas não são modernas, como a escassez de tecido é tanta, os 97% por cento usam tudo o que podem de trapos, o que acaba gerando uma modinha bem simples, mas sem perder o estilo, enquanto o figurino do Mar Alto é de roupas confortáveis e simples. No entanto, mesmo que todos usem roupas simples, a gente vê claramente pelo figurino quem é 3% e quem é 97%.
   Foi uma sacada muito boa e que deu até um ar realmente pós-apocalíptico à série, que é a ideia mesmo. Ainda estou acompanhando a terceira temporada, mas estou super curiosa para saber o desfecho e até agora me pergunto por que demorei tanto para assistir essa bendita. Aliás, logo no começo eu disse que o mundo inteiro estava falando dela. E isso é verdade, enquanto nós brasileiros estamos buscando séries vindas de outros países, os outros países estão buscando a nossa trama "Tupiniquim" e batendo palmas para a produção. Mas não se sinta constrangido porque não a conhecia, na real nem eu conhecia, já que foi uma estrei não muito anunciada. Simplesmente chegaram lá e pá! Tem série nova no Netflix, confere aí. Algo semelhante ao que aconteceu em Dark, uma série que também muita gente nem sabia que existia, mas aos poucos o público foi indicando para os coleguinhas e virou um sucesso. 
   Mas se querem uma série com ficção científica, drama, jogadas políticas e muito mistério, recomendo 3%, você vai ficar de queixo caído. 


Ficha técnica: 

Série: 3%

Ano: 2016

Temporadas: 3

Produtora: Netflix

Episódios por temporada: 10

Duração dos episódios: 47min/1h








   Já tinham visto essa série? Gostam desse tipo de trama? Me contem aí!



8 comentários:

  1. EU AMEI SUA RESENHAAAA <3 Assisti a série o ano passado e atualmente estou no fim da segunda temporada. De fato eu fiquei chocada quando descobri que era uma produção brasileira e o roteiro é maravilhoso. Sobre o lance do Skype, amei que reparou nisso, porque eu ri muito durante a primeira temporada. Acho incrível a qualidade que tudo nela tem!
    Beijão!


    Blog Simplesmente Criativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é mesmo Thayline? Achei sensacional que eles usaram o que realmente temos, sem inventar tecnologias super arrasadoras. Fizeram o que estavam ao alcance e deu muito certo. Amei! S2
      Bjks e obrigada pela visita!

      Excluir
  2. eu assisti a serie e gosto mt desse tipo de distopia quase que jogos vorazes mesmo, é uma indicação nacional bem bacana pra quem ainda nao viu

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Lívia! =)
      Bjks e brigada pela visita! =)

      Excluir
  3. Que resenha maravilhosa. Amei.
    Beijos,
    www.lewestinblog.com

    ResponderExcluir
  4. OI Hanna, eu não vi essa série ainda. A minha filha vi na época em que foi lançada e gostou muito. Agora, lendo a sua resenha me deu vontade de assistir. Quem sabe assim que eu acabar a 3a temporada de La Casa de Papel?!
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, são tantas séries boas, que tem que entrar na fila, né Chris? kkkk
      Mas assiste sim, tenho certeza de que vai curtir tanto quanto sua filha e eu. S2
      Bjks!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo