Entrevista | Thiago Winner

em 24 julho 2021

    Olá meu povo, como estamos? Depois de um bom tempo, temos uma entrevista com autor nacional aqui no Mundinho. Entrevistamos o poeta Thiago Winner, o único brasileiro a concorrer pelo concurso internacional Mili Dueli 2020/2021

Entrevista | Thiago Winner



1. Quem é Thiago Winner? 

R. É o pseudônimo de Thiago Rezende Soares. Mineiro, da cidade de Viçosa, desde criança sou apaixonado pela literatura, principalmente pelas poesias.

 

2. Como foi seu ingresso no mundo da literatura? O que te motivou a escrever ‘As regras simples da vida’? 

R. Desde os 9 anos de idade que faço poesias. Mas, somente aos 31 anos que comecei a escrever meu primeiro livro. Esse livro fala de como é tão simples viver e que podemos realizar nossos sonhos, com dedicação e paciência. Tem pessoas que vivem de modo melhor e outras vivem de um jeito tão difícil, que ambas me motivaram a escrever o livro.



Entrevista | Thiago Winner
Foto: Divulgação/Thiago Winner

 

3. Além de autor, você é funcionário público. Como consegue conciliar a vida entre as duas funções?

R. Infelizmente não vivo da carreira literária. Fiz a escolha certa em me formar primeiro em cursos e passar em concurso público, para somente depois entrar na carreira literária. Me dedico na literatura nos momentos a noite durante a semana, depois do trabalho, nos finais de semana, feriados e férias. Meu tempo é precioso, que nem assisto TV, por que é uma perda de tempo e preciso continuar a me entregar com tudo na carreira literária, usando as redes sociais para isso.

 

4. Você tem algum “ritual” para te inspirar no processo criativo (música, mania, etc.)? 

R. Sim. Não consigo elaborar poesias todos os dias, pois devido o cansaço e outros imprevistos. Mas, quando estou mais descansado, ouvindo músicas que elevam o auto astral, vendo as paisagens, a lua, pessoas que admiro e outros pequenos momentos de boas alegrias do dia a dia, tudo isso é motivo para inspirar em escrever cada vez mais.

 

5. E qual foi sua inspiração para escrever poesias? 

R. São alguns pequenos momentos de alegria do dia a dia, conversar com pessoas boas, interessantes, inteligentes e ver belas paisagens que enfeitam esse mundo.


6. A obra ‘As regras simples da vida’ acabou fazendo tanto sucesso, que até concorreu ao Prêmio Internacional Ibero-Americano. Como foi a sensação de saber que sua primeira obra foi indicada? 

R. Fiquei muito emocionado. Depois de 5 anos me dedicando, quase que todos os dias na carreira literária, meu livro foi premiado e tive a oportunidade de conhecer outro país e viajar de avião. Ainda foi mais emocionante que a cerimônia de gala da entrega das premiações foi na véspera do meu aniversário que é 9 de novembro. Recebi os parabéns pela premiação e pelo meu aniversário por todos os 150 participantes de 23 países que falam português e espanhol, que estavam na cerimônia de gala.

 

7. E agora está concorrendo a um prêmio no Mili Dueli 2020/2021, no qual já garantiu algumas etapas. Conta para a gente como foi passar por todo esse processo e como é a sensação de ser o único brasileiro do evento chegando tão longe nessa categoria?

R. Fui convidado para este evento, no qual está na oitava edição, que ocorre uma vez por ano, e nunca teve um brasileiro participando. Eu sou o primeiro poeta brasileiro a participar e já estou nas semifinais, que conta com 100 poetas. Comecei na quinta fase concorrendo com 738 poetas de 52 países. Estou feliz e realizado em estar nessa semifinal, mas espero que eu esteja na final para estar entre os 10 melhores poetas do mundo, onde estes irão receber seus prêmios, em um algum país da Europa, que será definido ano que vem pela organização do evento.

 

8. Tem algum recadinho para deixar aos leitores do blog?

 R. Sim. Acredite no seu potencial e sonho. Deixe de lado as críticas destrutivas. Você merece do bom e do melhor dessa vida. Você merece ter uma vida nada mais nada menos do que espetacular. Até um próximo encontro. Abraço, sucessos, namastê!!!

 

   E aí, o que acharam de conhecer mais um pouco sobre o autor? Já tinham ouvido falar no concurso Mili Dueli? Me contem aí!








10 comentários:

  1. Olá, Hanna.
    Não conhecia nem o autor nem o concurso ainda. Mas desejo boa sorte para ele. Que legal que ele escreve desde tão cedo. Acredito que a escrita é um dom que nasce com a pessoa mesmo. Parabéns pela entrevista.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou =)
      Também desejamos boa sorte para o autor no concurso.

      Excluir
  2. Oi Hanna,
    Desejo muuuuita sorte e sucesso para ele!
    Sempre é bom conhecer os autores nacionais um pouco melhor.
    beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é maravilhoso mesmo poder entrevistar e saber mais um pouco sobre os autores.

      Excluir
  3. Oi Hanna! Não conhecia o autor, mas ele parece muito apaixonado pelo que faz. Boa sorte e sucesso para ele. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Oi Hanna,

    Que bacana essa entrevista. Não conhecia o autor, mas achei muito legal ele escrever desde tão jovem e continuar com esse amor pela escrita e correr atrás dos seus sonhos.
    Dica anotada!


    Bjs
    https://diariodoslivrosblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Adoro conhecer mais dos autores e sinto que assim fico mais perto deles. Ainda não conhecia Thiago, mas adorei as respostas dele.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo