Diário de Viagem - Porto Alegre

em 30 outubro 2018

   Olá meu povo, como estamos? Quem acompanha as redes sociais do blog, viu que passei uma semana bem longe do Rio de Janeiro. Para quem não sabe, faço doutorado em Ecologia e Evolução na UERJ e parte de minha pesquisa envolveu uma viagem até Porto Alegre - RS, onde fui visitar a coleção de peixes fósseis da PUCRS (sou paleontóloga).


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

   Passei a semana trabalhando lá no Museu de Ciência e Tecnologia, mas também aproveitei e fiz uma série de passeios, tanto na cidade de Porto Alegre, quanto na Serra Gaúcha. Sim, realizei meu sonho de conhecer Gramado e ainda pus o pezinho lá em Canela, visitando vários locais que sempre sonhei e só via por fotos na internet.
   Esse post é na realidade o primeiro de uma pequena série do quadro Diário de Viagem, contando como foi essa semana por lá. E, como tudo começou no Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS, nada mais justo que começar a série contando como foi o passeio pela exposição deles, que é belíssima. Chega mais e acompanhe minha última aventura! 😉




Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS





   A Pontifícia Universidade Católica não tem apenas uma universidade, mas também um museu. O Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS é um museu incrível, que mistura um pouco do antigo com o tecnológico (como o próprio nome diz). Ele mostra que é possível sim, trazer a ciência para mais perto do público, sem deixar de ser legal e sem ser estático. Ele é dividido em três andares, com várias sessões, que incluem Paleontologia (minha área), Arqueologia (sim, são coisas diferentes), Física, História da ciência, Evolução e até uma parte de Ciência Forense.
Logo na entrada, somos convidados a conhecer Darwin, com uma parte de sua história, uma réplica do Beagle, o navio onde ele navegou e recolheu dados importantes para sua pesquisa, e mais as tartarugas de Galápagos. Achei interessante foi que no mesmo andar, temos uma parte histórica junto com uma parte mais moderna e dinâmica. Então, ao lado da exposição referente a Darwin, temos uma parte com pesquisas contemporâneas e interativas. E assim é por todo o museu.


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna




   No segundo andar, temos toda uma sessão dedicada à Paleontologia, com os fósseis encontrados no Rio Grande do Sul, Geologia, mostrando como funciona uma mina, e uma sessão de Arqueologia, contando um pouco sobre pintura rupestre e outros itens de povos antigos americanos.


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



E a partir daí, chegamos para séculos mais próximos do nosso, contando grandes descobertas científicas, inclusive quem foi a mente por trás da enfermagem como a conhecemos. Estou falando de Florence Nightingale, a moça que causou certo constrangimento à sua família, com uma ocupação que não era digna de uma moça fina na época. Mas ela encarou seus pais e começou uma série de pesquisas, que foram responsáveis por diminuir a quantidade de mortos durante cirurgias feitas em zonas de guerra. Ela percebeu a importância da limpeza de hospitais e os cuidados que teríamos que ter contra a contaminação de instrumentos cirúrgicos. Baseando-se nisso, ela se tornou uma heroína e a fundadora da primeira escola de enfermagem moderna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   Graças ao sistema Nightingale, muitas vidas foram salvas e a enfermagem se tornou uma profissão reconhecida. Ainda teve muitos obstáculos, mas foi um caminho que começou com esse mulherão da p*, que mostrou que não ia se importar com o que a sociedade dizia, mas com a saúde e o bem-estar das pessoas. A história dela é tão bonita, que inspirou muitas pessoas pelo mundo, inclusive Anna Nery, que dá o nome a uma escola de enfermagem aqui no Brasil. Nessa mesma sessão, há uma sessão super legal falando sobre o funcionamento do organismo humano, em especial os cinco sentidos de uma forma que você nunca pensou.


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   Ainda na parte de história, temos uma arte dedicada ao sonho do homem de voar. Não apenas voar em aviões, mas explorando o universo. E assim começou a corrida espacial. Podemos ver as réplicas da primeira capsula espacial tripulada e do primeiro satélite enviado ao espaço. Também nessa sessão, podemos saber qual nosso peso e o “horário local” em alguns planetas diferentes. Além disso, temos uma noção de como seria o esforço de levantar uma caixa de leite nesse planeta e mais o barulho que ouviríamos por lá...


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   Não apenas essa parte, mas várias outras são interativas, em especial a de física, onde podemos brincar à vontade com eletricidade, conhecendo e se atrevendo a mexer nos experimentos dos mais célebres físicos conhecidos. Acho que é a parte que mais chama a atenção das crianças, já que é lá onde acontece a maior parte dos shows para elas.
    Na sessão de Ciência Forense, temos um verdadeiro clima de CSI, onde podemos ajudar a juntar as pistas e desvendar uma cena de crime paleontológico. Sim, a ideia é descobrir quem roubou uma parte de um dinossauro exposto. Temos todas as pistas, que vão levando a outras, e temos que bancar os investigadores da série e resolver a questão. Além disso, pelas paredes temos várias curiosidades sobre as primeiras vezes onde a ciência forense foi aplicada na História, como o primeiro exame de DNA, de balística, e etc. 


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   Achei incrível também que o museu faz parte do roteiro de turismo em Porto Alegre e frequentemente crianças passam por lá, coisa que é bem rara aqui no Brasil, onde não temos uma cultura muito voltada para visitar museus. Foi emocionante ver que em alguma parte do nosso Brasil isso é cultuado e, o melhor, as crianças se amarram. O museu funciona de terça a domingo, das 9h às 17h durante a semana e, aos sábados, de 10h às 18h. Quem é da cidade ou está passeando em POA e quiser conferir, o ingresso custa R$32,00, mas é possível pagar meia entrada também, para crianças de até 12 anos, idosos, estudantes (escolas ou universitários) e diplomados pela PUC.


Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna



   O museu também conta com um planetário digital, que tem um custo adicional de R$7,00. Além da exposição interativa por si só, a equipe de mediadores também faz o Minuto da Ciência, onde em sessões aleatórias da exposição, tem-se a apresentação de exatamente 1 minuto, contando uma curiosidade científica, convidando o público a interagir com eles. E, para quem pensava que acabou, sabe o filme “Uma noite no museu”?, pois bem, o Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS também tem esse título. É um investimento mais caro e precisa ser agendado, mas para saber com mais detalhes, basta entrar no site deles, para saber das datas e horários do evento.
   Foi um dos museus que mais gostei de conhecer, e que encanta quem é cientista e quem não é. É um lugar onde todos se divertem e aprendem ao mesmo tempo e vale muito a pena ser incluído no roteiro, caso esteja passando ali por perto.

Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


   O que acharam do Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS? Eu simplesmente me apaixonei por ele e gostaria de voltar um dia. Não apenas a exposição, mas a equipe com quem trabalhei é maravilhosa e foi uma semana incrível. 💓
   Já tinham ido lá? Me conta aí!



Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna







4 comentários:

  1. Hey Hanna! Tudo bem?
    Passei por Porto Alegre a caminho de gramado somente rs
    Mas adorei suas fotos do Museu.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thamiris, se algum dia parar em POA, passe lá no museu, ele é lindo demais.
      Bjks e obrigada pela visita! =)

      Excluir
  2. super legal conhecer esse museu! preciso viajar mais pro sul, ainda nao conheço porto alegre

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando for a POA, não deixe de ir ao Museu de Ciência e Tecnologia. Ele é tão legal que até os roteiros de turismo pela cidade incluem ele... tem vários pacotes até... =)
      Bjks e obrigada pela visita! =)

      Excluir

Muito obrigada pela visita e seja sempre bem vindo ao Mundinho da Hanna.
Ficarei imensamente feliz com seu comentário, desde que:
- Não contenha palavras de baixo calão;
- Não seja span.
Os comentários costumam ser respondidos nos finais de semana. =)
Bjks!

© Mundinho da Hanna | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.
Topo