19 outubro 2016

I Dare You de Setembro: Silo

   Olá pessoal! Como estamos todos? Então, cá estou eu para publicar minha participação do mês de setembro no IDY 2016. O tema escolhido para o mês foi Distopia e o livro representante foi Silo, de Hugh Howey. Vem conferir! =)






Livro: Silo


Autor: Hugh Howey


Editora: Intrínseca


Ano: 2014


   O que você faria se o mundo lá fora fosse fatal, se o ar que respira pudesse matá-lo? E se vivesse confinado em um lugar em que cada nascimento precisa ser precedido por uma morte e uma escolha errada pode significar o fim de toda a humanidade? Essa é a história de Juliette. Esse é o mundo do Silo. Em uma paisagem destruída e hostil, em um futuro ao qual poucos tiveram o azar de sobreviver, uma comunidade resiste, confinada em um gigantesco silo subterrâneo. Lá dentro, mulheres e homens vivem enclausurados, sob regulamentos estritos, cercados por segredos e mentiras. Para continuar ali, eles precisam seguir as regras, mas há quem se recuse a fazer isso. Essas pessoas são as que ousam sonhar e ter esperança, e que contagiam os outros com seu otimismo. Um crime cuja punição é simples e mortal. Elas são levadas para o lado de fora. Juliette é uma dessas pessoas. E talvez seja a última.

     Num futuro distante, a atmosfera do planeta se tornou tão tóxica que não é possível viver respirando o ar que, durante bilhões de anos foi disponível a todos os organismos na Terra. A Humanidade sobrevive em verdadeiros prédios subterrâneos, de cerca de 100 andares ou mais, aonde a taxa de natalidade deve ser mantida ao máximo controle e, cada pessoa que nasce, um deve morrer... 
    Assim vivem as pessoas, aguardando ganharem numa loteria para saberem se terão filhos, sem comunicação com o mundo exterior, a não ser por câmeras que supostamente mostram como está o mundo lá fora, ou por livros que mostram as paisagens com muitas e muitas cores, com animais tão grandiosos que ninguém acredita como viveram entre nós por tanto tempo e paisagens tão verdejantes e brilhantes que chegam a ofuscar os olhos de quem folheiam as páginas. 
     Olhando assim, parece um mundo tranquilo e feliz, no qual uma rotina se mantém há anos, cada andar tem uma função, há responsáveis pela paz e pela ordem do silo... e assim se mantém a ordem de forma pacífica, do jeito que foi predestinado, pois apenas umas centenas de pessoas restaram em todo o planeta, que não passa do limite de um silo... 
     Mas existem fatos que não devem ser cometidos nem questionados, palavras que não devem ser mencionadas, pois são passíveis de punição... o exílio do silo. O que para alguns é motivo de felicidade, pois vão ver o mundo exterior limpo por mais alguns dias, para outros é sinônimo de morte... literalmente... pois quem sai do silo nunca mais volta... Mas por que quem faz a limpeza não pode mais voltar? Por que ninguém pode simplesmente ir ao exterior e voltar? E por que a comunicação entre os andares é tão difícil e cara? 
     São essas as perguntas que rondam as cabeças de algumas pessoas, inclusive a de Houston, um xerife que está cansado e inconsolável, pois perdeu a esposa recentemente. Ela havia sido enviada para a limpeza voluntariamente, pois acreditava que havia outras coisas lá fora e que deveriam ser exploradas, mas o governo não deixava. Querendo descobrir de todo jeito o que era, ela se foi... E o mesmo caminho seguiu Houston... Para sair do silo era preciso toda uma preparação, um macacão feito sob medida, com fitas e todos os aparatos para garantir a respiração e locomoção de quem o usasse, antes, durante e após a limpeza. As câmeras do lado de fora do silo pegavam muita poeira por causa dos fortes ventos lá fora, então precisava que alguém fosse lá fora e limpasse delicadamente as lentes. Embora muita gente anunciasse em alto e bom som que não faria a limpeza, todos a faziam por algum motivo que Houston não entendia, até o dia em que ele foi fazer a tal limpeza. 
     Ao sair do silo, Houston vê todas as imagens que só via nos livros, super coloridas, com borboletas e pássaros voando nos campos abertos, um céu de brigadeiro... e por que as câmeras mostram um mundo tão cinzento?! Para impedir que mais pessoas quisessem sais?! Não! Ele de repente entendeu o porque de todos fazerem a limpeza: era para mostrar que o mundo estava limpo novamente e que as pessoas perdiam tempo lá dentro da masmorra. 
    Pena que a felicidade de Houston não durou muito, pois logo que terminou a limpeza das câmeras, encontrou sua esposa morta ao pé de um morro, aonde ele também acabou morrendo, asfixiado pelo ar tóxico da Terra, que ele acreditava não existir mais... 
     Ao morrer um xerife, deve-se escolher outro. E eis que o cargo passa para Juliette, uma menina que só queria se dedicar à mecânica. Mas Juliette, ao assumir o cargo, descobre muitas coisas, como com o que Houston e sua esposa antes dele mexeram e pediram para sair. Começou a ler sobre os levantes na História do silo e começou a investigar sobre as atitudes da TI e seus investimentos astronômicos em fitas térmicas e sua péssima qualidade. 
     Por mexer com pessoas do alto cargo e continuar, mesmo sabendo que incomodava, Juliette foi enviada para o silo... Assim como todos antes dela, ela descobriu o motivo de todos fazerem a limpeza... mas ao contrário do que esperava o chefe da TI, de fato ela cumpriu a promessa e foi explorar o mundo além do morro, pois ela tinha amigos na engenharia que lhe deviam favores e impediram sua morte, construindo uma roupa com o equipamento certo... 
    E assim Juliette descobre mais e mais coisas que o governo escondia, coisas que ninguém jamais saberia, pois quando pessoas mais inteligentes chegavam ao menos perto de entender desses segredos, davam um jeito de calarem essas pessoas...
     Esse livro me deixou bastante intrigada com o futuro. O que as pessoas seriam capazes de fazer para protegerem seu povo? E o quão longe elas iriam para proteger os segredos em torno dessa proteção? 
       É um livro muito bem escrito, com uma linguagem fácil, porém envolvente. Uma trama que me prendeu do início ao fim. Romance, suspense, política, nosso futuro... Se você quer uma história eletrizante, o livro é esse. É o primeiro de uma trilogia, que eu já baixei as versões em pdf e vou fazer questão de ler o mais cedo possível! Para quem quiser saber mais sobre o autor, clique AQUI
        Esse foi o post de hoje. Espero que tenham curtido e até mais! =)




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Muito obrigada pela sua visita! Você é sempre bem vindo(a) aqui no Mundinho! =)
Agora, para finalizar sua passagem pelo meu cantinho, que tal deixar um comentário? Garanto que não vai demorar! ;)
Bjks!