03 setembro 2015

Diário de Viagem: Ilha Grande - Uma Aventura no mato

   Olá pessoal, vocês perceberam que passei mais de uma semana sem passar por aqui, né? Então, eu estava passando por uma experiência que vai ficar na história: saída de campo para Ilha Grande - RJ. Vem conferir o resumo dos meus 10 dias fora de casa e mais a estreia de um novo quadro: Diário de Viagem, onde vou relatar como num diário minhas aventuras. 






   Então, vou assumir que vim parar na Ilha Grande forçada, pois era uma disciplina obrigatória, num módulo que não curto muito, pois não é com o que trabalho, então achei que não curtiria nada e que esses seriam 10 longos dias (o que a gente não faz por um título, né? =p)...
   Logo que cheguei aqui me senti na Ilha de Lost. Imagina você chegar num lugar que não tem sinal de celular algum, a única luz disponível vem do alojamento onde a turma fica, pois em volta não tem um poste sequer, sem posto médico próximo e só mato em volta, uma praia em frente e um mangue de outro lado... Fiquei desesperada! Se eu tivesse vindo para ficar sumida do mapa por opção, tudo bem, mas vim obrigada, por uma disciplina, foi o fim do mundo, ainda mais porque logo que chegamos, estava um frio de lascar, não parava de chover e fomos avisados que as trilhas eram difíceis e se tornavam mais perigosas quando chovia, mas íamos mesmo assim... Não bastava estar perdida na Ilha de Lost, como me meti em Jogos Vorazes, sabendo que teria que encarar jararacas e aranhas venenosas no meio do caminho! 


Foi assim que me senti ao chegar aqui... 

   Logo no primeiro dia, tive que enfrentar o friozinho bom para dormir e sair para a primeira trilha, que era até fácil de chegar, mas tenho um trauma com as pedras do rio desde que sofri um acidente quando adolescente em um rio pulando delas. Imagina minha cara quando cheguei em Barra Pequena e encontrei isso:


   Aí você pensa: nossa, como a Hanna pode ter medo de uma simples pedrinha?! Ela não é bióloga? Tem que entrar no mato para ver os bichinhos... Mas todo biólogo tem medo de alguma coisa. Eu tenho dois pavores no mato: Serpentes e pedras do rio. E tive que encarar os dois medos de uma única vez! Fiquei em parafuso! Ainda mais sabendo que a cada trilha que faria, encontraria mais pedras, ainda maiores:



   Essas fotos de cima são da chamada Trilha da Jararaca, que não tem esse nome à toa. Então, imagina minha situação, ainda mais porque quando saímos dela, já era quase noite... 
   Como tudo tem seu lado bom, felizmente contei com a ajuda de alguns colegas que se mostraram solícitos e me ajudaram a encarar meus medos, além de me divertirem durante esse tempo que passei aqui... Sem eles e nossa mascote nascida aqui no alojamento, a Piper, não teríamos vencido esses jogos vorazes... rsrs


Olha nossa mascote querida! =)

     Recentemente o tempo ficou bonito e, devo admitir, de fato tudo tem seu lado bom, pois, parando para pensar, tive vários rios para escolher onde tomar banho e, caso não quisesse, poderia ir à praia, que fica de frente para o alojamento, e é praticamente deserta, já que quase ninguém vem parar aqui, a não ser que seja aluno da UERJ ou corajoso o suficiente para acampar aqui, ao lado de serpentes, capivaras e animais afins... rsrs





     Além disso, descobri que sou muito famosa no mundo dos instrumentos científicos... Meu nome é uma marca internacional de instrumentos para pesquisas de Ecologia, pode? óbvio que não poderia deixar de registrar esse momento de descoberta! rsrsrs


   E assim voltei para casa, vencedora dos jogos (rsrsrs), cheia de boas lembranças, aprendi a encarar meus medos, tirei muitas fotos, fiz novas amizades e descobri que até quando você pensa que está fazendo um programa de índio, é possível se divertir em algum momento... E depois de ter encarado a Trilha da Jararaca, pode me chamar para qualquer aventura que estamos aí! =p
   E é isso pessoal, esse foi o Diário de Viagem. Espero que tenham curtido e até a próxima! =)

          Hanna Carolina.




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Muito obrigada pela sua visita! Você é sempre bem vindo(a) aqui no Mundinho! =)
Agora, para finalizar sua passagem pelo meu cantinho, que tal deixar um comentário? Garanto que não vai demorar! ;)
Bjks!